Aciclovir: para que serve, cuidados necessários, como usar e mais

Aciclovir é uma medicação pertencente à classe dos antivirais, podendo ser encontrada em forma de comprimido, pomada oftálmica e creme dermatológico. O foco principal do Aciclovir é tratar as infecções provocadas pelo vírus do herpes. É indicado no tratamento das erupções cutâneas, amenizando os sintomas os sintomas da herpes tipo 1, tipo 2, varicela e zoster, mas não cura a doença.

Extremamente receitado pelos médicos, esse remédio tem importantes funções, além de possuir indicações e contraindicações específicas. Entenda tudo isso, agora, bem como o modo de uso e quaisquer efeitos colaterais. Saiba como usar o aciclovir pomada ou em forma de creme e o aciclovir comprimido.

Aciclovir: como funciona?

Aciclovir: para que serve, cuidados necessários, como usar e mais.

O Aciclovir, tanto em sua forma em creme, quando em pomada oftálmica ou comprimido, atua de maneira equivalente, ou seja, tem o objetivo de tratar as infecções na pele, causadas pelo vírus Herpes simplex, o que inclui o herpes genital e o labial – mesmo se for o primeiro episódio ou outro recorrente. Para pacientes seriamente imunocomprometidos, como aqueles que se encontram no período após transplante de medula óssea, pode-se ser indicado o uso intravenoso. A mesma indicação serve para pacientes com insuficiência renal ou intestinal. Ele apresentará resultados mais efetivos que o aciclovir creme ou a administração de doses oral.

Em comprimido, o Aciclovir também é indicado na prevenção de recidivas de infecções provocadas pelo vírus do herpes em pacientes imunocompetentes e na profilaxia de infecções por esse vírus em pessoas imunocomprometidas. O comprimido de Aciclovir também é utilizado para o tratamento de infecções de Herpes zoster, lutando contra o vírus desse tipo de herpes.

Formas do Aciclovir

É claro que é necessário apontar que os três tipos de Aciclovir possuem locais de aplicações específicos O creme e pomada são bastante similares entre si, mas os comprimidos devem ser usado de maneira bem diferente. Veja só:

  1. Em creme, o Aciclovir é usado de forma tópica para as infecções de pele, não sendo recomendado para a aplicação em mucosas, como boca, olhos ou vagina, pois pode ocasionar irritação;
  1. Em comprimidos, o tratamento é via oral, combatendo e evitando novas infecções de pele e mucosas, além de que é recomendado no tratamento do herpes zoster,
  2. A pomada oftálmica é própria para o tratamento da ceratite, inflamação da córnea ocasionada pelo herpes simplex. Ele é de uso tópico assim como o creme, mas pode ser aplicado na mucosa.

Ainda, o Aciclovir tem a capacidade de combater o citomegalovírus (CMV) e o vírus Epstein-barr (VEB).

Quais são as contraindicações do Aciclovir?

O Aciclovir é contraindicado para todas as pessoas que possuem hipersensibilidade a algum componente da fórmula deste medicamento (é importante observar a composição de cada tipo de Aciclovir). A pomada pode ser comprada sem prescrição médica, mas é preciso se atentar em alguns casos específicos.

Grávidas e lactantes devem evitar o uso deste medicamento, tanto em forma de comprimido, como pomada oftálmica ou creme. Ainda, quem sofre com problemas no fígado ou nos rins são, também, contraindicados o uso de Aciclovir.

Não há restrição quanto a idade para o uso de Aciclovir. Um médico capacitado é quem deve prescrever a melhor versão para o seu caso. Procure sempre orientação médica e não use o medicamento sem a instrução deste profissional.

Posologia: como usar Aciclovir

Aciclovir: para que serve, cuidados necessários, como usar e mais.

O modo de uso do Aciclovir varia conforme a versão que o médico prescrever a você. Ou seja, além de prestar atenção nas orientações do médico, você deve ler a bula do medicamento!

O remédio em comprimidos, por exemplo, não tem uma dose pré-estabelecida, pois varia o objetivo do tratamento. No entanto, na bula, você pode reparar em algumas recomendações:

  • Um comprimido (200 mg), cinco vezes ao dia, com intervalos de cerca de aproximadamente quatro horas, omitindo-se a dose noturna – para tratamento de herpes simples em adultos. As 5 vezes procure tomar ao longo do dia.

Em pacientes imunocomprometidos, a dose pode ser duplicada (400 mg).

  • Um comprimido (200 mg), quatro vezes ao dia, com intervalos de cerca de 6 horas – para o tratamento de supressão de herpes simples em adultos imunocompetentes.

A mesma posologia vale para a profilaxia de herpes simples em adultos.

  • Doses de 800 mg, cinco vezes ao dia, com intervalos de cerca de 4 horas, omitindo-se a dose noturna – para tratamento de herpes zoster em adultos.

Já para o tratamento em pacientes gravemente imunocomprometidos, a dose de 800 mg também é igual, mas em quatro vezes ao dia.

Em crianças com mais de 2 anos de idade, as doses são as mesmas dos adultos. Com idade inferior a 2 anos, há redução pela metade da dose (200 mg), quatro vezes ao dia.

Já na questão do creme, o modo de uso é bem fácil:

  • Aplica-se nas lesões existentes ou emergentes, de maneira preferencial, no início da infecção;
  • É essencial que se lave as mãos antes e depois da aplicação;
  • Deve-se evitar a fricção desnecessária da lesão ou toque com toalha, pois pode gerar agravamento ou transferência da infecção para outros lugares.

O Aciclovir em creme pode ser aplicado cinco vezes ao dia, com intervalos de quatro horas, nãovutilizando no período noturno. 

Já a pomada oftálmica deve ser aplicada a cada quatro horas (suprimindo o período noturno), cinco vezes ao dia.

Sempre leia a bula e informe-se com seu médico, para garantir o correto tratamento! Existe um tratamento contínuo para quem sofre de episódios recorrentes. Os sintomas da herpes labial e herpes genital podem persistir em um período de 5 dias até 10 dias.

Efeitos colaterais do Aciclovir

Existem algumas reações adversas conforme o uso do Aciclovir. Veja quais os efeitos colaterais este medicamento na forma de comprimido pode causar:

  • Diarreia;
  • Dor de cabeça;
  • Dores abdominais;
  • Erupções cutâneas;
  • Fadiga;
  • Febre;
  • Náusea;
  • Prurido;
  • Tontura;
  • Vômito.

Na forma em creme, o Aciclovir pode apresentar algumas reações consideradas incomuns, tais como ardência e queimação transitória após a aplicação, assim como ressecamento leve, descamação da pele e prurido. Em casos do uso combinado, pomada e comprimido, os efeitos colaterais são os mesmo.

A pomada oftálmica, por ter seu uso exclusivo para os olhos, pode acabar provocando irritação e inflamação, aparecimento de manchas na superfície (que desaparecem ao longo dos dias), vermelhidão, coceira e dor passageira.

Para minimizar os riscos de reações adversas, utilize o aciclovir em intervalos aproximadamente de 4 horas. Não use mais do que o prescrito.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply