Albendazol 400 mg e líquido Bula: como tomar, preço e indicações

O albendazol é um remédio anti-helmíntico e antiparasitário que serve para eliminar vermes e parasitas. Ele funciona de modo a criar condições desfavoráveis de sobrevivência para estes micro-organismos invasores, de forma a impossibilitar a proliferação dos mesmos. A medicação tem uso adulto e pediátrico, sendo comercializado via comprimidos mastigáveis de 400 miligramas ou de forma líquida.

albendazol como tomar

Indicações – Para que serve?

O albendazol é um remédio que serve para eliminar os seguintes tipos de agentes parasitários:

  • Ascaris lumbricoides;
  • Enterobiusvermicularis;
  • Necatoramericanus;
  • Ancylostomaduodenale;
  • Trichuristrichiura;
  • Strongyloidesstercoralis;
  • Taenia spp;
  • Hymenolepis nana;
  • Opisthorchisviverrini– opistorquíase;
  • Larva migranscutânea;
  • Giardíase – Giardialamblia, Giardialamblia duodenalis, Giardialamblia intestinalis em crianças.

Como tomar – Posologia

albendazol líquidoO uso do albendazol em comprimido ou xarope e a dosagem correta para que o tratamento seja rápido e eficiente deve ser prescrita por um médico para ser compatível com a complexão física, o estado de saúde do paciente e o grau de infestação.

As doses recomendadas de Albendazol tanto para adultos como para crianças com mais de dois anos são de uma dose única de um comprimido de 400 miligramas ou um comprimido por dia durante três ou cinco dias em quadros de grande infestação de vermes e parasitas.

Apesar dos comprimidos serem mastigáveis é recomendado serem triturados ou mastigados juntamente com um pouco de água quando o paciente for uma criança. Se possível, a administração torna-se mais fácil ao usar a versão de albendazol líquido.

Antes de utilizar qualquer tipo de medicamento confirme a necessidade da medicação por meio de consulta médica e leia as indicações oficiais da bula para se certificar de que não há qualquer tipo de componente que ofereça risco à alérgicos. É possível encontrar os documentos atualizados no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa): clique para conferir a bula oficial do albendazol 400 mg comprimido ou albendazol líquido 40 ml.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais causados pelo albendazol são:

  • Dor no estômago ou abdominal;
  • dor de cabeça;
  • tontura;
  • enjoo;
  • vômito ou diarreia;
  • dificuldade em respirar;
  • coceira;
  • espirros;
  • brotoejas;
  • inchaço dos lábios, face, boca ou garganta;
  • elevações dos níveis de alguns tipos de enzimas do fígado;
  • vermelhidão da pele;
  • síndrome de Stevens-Johnson;
  • descamação da pele;
  • lesões cutâneas.

Ao surgirem um desses sintomas durante o tratamento notifique seu médico imediatamente para prevenir maiores complicações.

Quando não usar?

albendazol 400 mgO albendazol não serve para tratar febre, vômitos, dor de cabeça, dor nas costas, dores muscular, inchaço nos olhos, diarreia e prisão de ventre que são sintomas que acompanham infecções geradas por parasitas e vermes. Esses sintomas desparecem pela redução de corpos estranhos diminuem no organismo.

Para esses sintomas o indicado é combinar albendazol com analgésicos ou antitérmicos, porém essa interação de medicamentos deve ser indicada por um médico ou farmacêutico.

Esse remédio é contraindicado para:

  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Mulheres com suspeita de gravidez ou que planejam engravidar;
  • Crianças menores de dois anos de idade e
  • Pacientes com alergia ao Albendazol, ao Mebendazol, ao Tiabendazol ou a outros componentes da fórmula.

Diabéticos precisam monitorar o nível de açúcar no sangue com maior regularidade durante a administração do medicamento, por este poder causar picos glicêmicos.

Ao não tomar uma dose do medicamento, administre assim que puder, porém se estiver muito próximo da dose seguinte tome apenas uma para não incorrer no risco de uma superdosagem.

Preço Médio

O preço médio do albendazol comprimido é de R$ 4,00 para unidades únicas a R$ 15,00 para cartelas. O xarope de suspensão oral costuma ser mais caro, em torno de R$ 8,00 a R$ 15,00 dependendo da farmácia e laboratório que o comercializa.

É possível encontrar a substância sob diferentes nomes comerciais além da versão Genérica, como:

  • Zentel,
  • Parazin,
  • Monozol ou
  • Albentel.

Albendazol e Mebendazol – Qual remédio para vermes tomar?

O Mebendazol suspensão oral ou comprimidos 500 miligramas é um remédio utilizado especificadamente para o tratamento de crianças com mais de um ano de idade e adultos com infestações simples ou mistas de verminoses e parasitoses causadas porenterobius vermicularis,trichuris trichiura, ascaris lumbricoides, ancylostoma duodenale, necator americanus, taenia solium e taenia saginata.

Os efeitos colaterais resultantes do uso do Mebendazol são:

  • dor de estômago,
  • diarreia,
  • erupções na pele como bolhas na pele,
  • feridas na boca, nos olhos ou na região ano-genital,
  • febre,
  • convulsões,
  • tontura,
  • problemas no sangue, fígado e rins.

É contraindicado para pessoas com alergia a alguma substância de sua fórmula e para crianças com idade inferior a um ano, crianças entre um e dois anos de idade com problemas ou doença no fígado ou se estiverem tomando outros medicamentos, mulheres grávidas ou amamentando e pacientes com diabetes.

Bem como o uso de albendazol, a indicação de mebendazol para crianças deverá ser feita somente após diagnóstico médico, confirmando a necessidade da medicação.

Como prevenir as verminoses

Para evitar verminoses e infecções causadas por parasitas mantenha hábitos saudáveis. Beba somente água filtrada ou fervida e mineral, lave bem frutas e verduras, cozinhe adequadamente os alimentos, especialmente a carne.Nunca ande com os pés descalços, lave as mãos antes e após usar os sanitários e antes de cada refeição, mantenha o banheiro sempre limpo e tenha sempre as unhas cortadas e limpas.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply