Audiometria – Como funciona? Tipos e Quem deve fazer

A audiometria é um exame médico preventivo, realizado por fonoaudiólogos, cujo objetivo é o de avaliar a audição e a capacidade de interpretação de sons do paciente. Com esse exame, é possível descobrir possíveis alterações auditivas, desde as mais leves até as mais graves, percebendo o grau, a intensidade e nível de perigo dessas alterações.

Como funciona o exame?

Audiometria

O exame é fácil, rápido e não apresenta nenhum risco ao paciente. Durante ele, são colocados fones de ouvido no paciente, que é então isolado em uma cabina de isolamento acústico, e uma série de testes sonoros, em diversas frequências diferentes, são realizados.

Com isso, o médico é capaz de identificar a frequência mínima ouvida pelos pacientes e, dessa forma, identificar problemas auditivos até mesmo desconhecidos por eles.

O resultado do exame é registrado em um audiograma. Pacientes que realizam o exame regularmente podem observar alterações ao longo dos anos e, consequentemente, identificar e tratar problemas de audição antes de se tornarem irreparáveis.

Quais são os tipos de audiometria?

Há dois tipos de exames de audiometria: a audiometria tonal e a vocal.

A audiometria tonal, como o nome sugere, é justamente a responsável por detectar alterações na recepção de tonalidades e frequências auditivas, identificando possíveis danos ou perdas da audição.

Já na audiometria vocal, o que é avaliado é a capacidade do paciente de compreender a fala humana.

Em ambos os exames, é imprescindível que o paciente seja participativo e responda aos estímulos sonoros, uma vez que é por meio das reações que o médico determinará o grau do problema.

Quem deve fazer o exame?

Audiometria

O exame não tem restrições, podendo ser feita por qualquer pessoa em qualquer idade. Uma vez que é um exame preventivo, fazê-lo com antecedência e regularmente pode identificar problemas auditivos ainda em estágios iniciais, podendo-se tratá-los antes que evoluem para complicações maiores, como a perda definitiva da audição.

Ainda assim, o exame é imprescindível para pessoas com suspeita de perda ou alteração auditiva, dores e zumbidos no ouvido, ou com histórico de problemas de surdez na família.

Como saber se estou perdendo a audição?

Por ser um problema que pode demorar a atingir graus mais elevados, é comum o problema em questão demorar a ser identificado.

As causas da perda auditiva também variam. Ela pode ocorrer tanto pelo envelhecimento quanto por danos no ouvido interno ou nas vias nervosas, infecções, acúmulo de cera de ouvido, etc.

Por mais que seja algo difícil de medir sem os exames apropriados, alguns dos principais sintomas são

  • Dificuldade para entender o que as pessoas falam;
  • Tendência em ouvir as coisas em um volume muito acima do normal;
  • Dificuldade para reconhecer barulhos e sons que antes ouvia com mais facilidade;
  • Dificuldade para identificar de onde determinado som está vindo.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply