Cateterismo – O que é? Para que serve e os riscos da cirurgia

O cateterismo cardíaco é um exame invasivo onde um cateter (tubo flexível bem fino) é introduzido na artéria do braço ou da perna do paciente e conduzido até o coração. O procedimento é indicado para o diagnóstico de doençças arteriais coronárias como a angina e risco, a aterosclerose, doenças das válvulas, insuficiência mitral e aórtica, doenças cardiovasculares congênitas e análise do risco de infarto.

Como é feito?

O resultado do exame é dado por um médico especialista por meio da análise de imagens de raios X digitalizadas do tamanho das cavidades, da anatomia das válvulas, da identificação das pressões entre as cavidades do coração e da constatação da presença ou não de placas de gordura, colesterol, cálcio e outras substâncias que restrinjam o fluxo sanguíneo ao coração.

A demora em tratar essa restrição de entrada e saída de sangue no coração, chamada de doença da artéria coronária,a pode provocar o infarto do miocárdio.

Em certas circunstância é colocado um pigmento especial iodado no cateter para fazer com que as imagens do interior do coração e vasos sanguíneos apareçam mais nítidas nas imagens.

cateterismo como é feito

Todas as imagens obtidas são gravadas em um CD que é entregue ao paciente no final do procedimento para que ele leve ao seu médico cardiologista para que junto com o histórico de saúde do paciente possa fazer o diagnóstico e indicar o tratamento, se for constatado algum problema.

O cateterismo pode ser combinado com outras técnicas como Angioplastia Coronariana, utilizada para desobstruir vaso coronariano, o implante de um stent – prótese metálica ou a introdução de um balão que ao elevar a pressão empurra as placas abrindo o vaso.

Esse procedimento dura menos que 30 minutos, ao passo que exames mais complexos para fazer a avaliação de valvas cardíacas, pontes de safena e defeitos congênitos tem a duração média de uma hora.

O que fazer antes do exame

Para fazer o cateterismo é preciso estar em jejum de quatro e seis horas. Os pacientes que usam medicamentos anticoagulantes e hipoglicemiantes devem suspender a medicação dois dias antes da realização do exame e pessoas com alteração da função renal, idosos e diabéticos precisam ser hidratadas algumas horas antes.

Pacientes com quadro de alergia ao iodo usado para dar contraste às imagens têm que avisar o especialista para receber um tratamento profilático antialérgico antes de ser submetido ao exame. A alergia ao contraste pode causar náuseas, vômitos, urticárias, broncoespasmo, tremores e reação anafilática.

Riscos do cateterismo – pode morrer? quais são os efeitos?

Não havendo complicações, a recuperação de quem se submete ao cateterismo é bastante rápida. O paciente recebe alta hospitalar no dia seguinte e não poderá fazer exercícios físicos puxados levantar pesos acima de dez quilos durante duas semanas.

Qualquer intervenção cirúrgica envolve riscos, porém de acordo com os dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia Intervencionista as chances de complicações pela prática do cateterismo são menores que 2% e os riscos de infarto do miocárdio e acidente vascular encefálico são inferiores a 0,1%.

Os portadores de diabetes, doenças nos rins e indivíduos com mais de 75 anos são mais suscetíveis a riscos como:

  • Sangramento e infecção no local de inserção do cateter;
  • Lesões nos vasos sanguíneos;
  • Reação alérgica ao contraste utilizado;
  • Batimento cardíaco irregular ou arritmia;
  • Coágulos sanguíneos que podem desencadear derrame ou ataque cardíaco;
  • Queda da tensão arterial;
  • Acúmulo de sangue no saco que envolve o coração, podendo impedir que o coração bata normalmente.

O procedimento só deve ser feito se recomendado por um médico, o qual deverá analisar as necessidades específicas do paciente e o nível de risco cardiovascular.

Referências usadas neste conteúdo

ARQUIVOS BRASILEIROS DE CARDIOLOGIA. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia sobre Qualidade Profissional e Institucional, Centro de Treinamento e Certificação Profissional em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0066-782X2013004700001> 2013

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE. Cateterismo: orientação para pacientes e familiares. Disponível em <https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/135267/000319418.pdf?sequence=1&isAllowed=y>


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply