Cirurgia Torácica – Como é feita? Dói? Quais os riscos? Como conseguir pelo SUS?

Cirurgia torácica é um procedimento médico realizado para tratar patologias que acometem a cavidade do tórax, abrangendo a parede torácica, pulmão, mediastino, pleura, traqueia e esôfago.

Tal procedimento é adotado para tratamento de câncer (retirada de tumores), drenagem do tórax, cura da hiperidrose (quando a pessoa excreta suor em excesso), correção de anomalias na parede do tórax, entre outros problemas.

Curiosamente, esse tipo de cirurgia sempre é realizado por um especialista, o cirurgião torácico, que é apto a executar esse complexo procedimento sem colocar a vida do paciente em risco.

Mas, como é feita a cirurgia torácica, quais são os seus riscos e como é o pós-operatório? Para solucionar essas questões, preparamos um guia sobre o procedimento. Confira!

cirurgia

Como é feita a cirurgia torácica

Existem dois tipos de cirurgia torácica, a que é feita por incisão, versão mais tradicional e de menor custo. Outra opção é por videocirurgia, que é menos invasiva, porém mais cara.

O médico responsável pelo caso do paciente saberá indicar qual tipo de cirurgia é o mais adequado, sempre levando em consideração a doença a ser tratada e condições físicas do paciente.

De modo geral, ambas as versões da cirurgia torácica possuem etapas semelhantes. A seguir, confira quais são elas e entenda como funciona o procedimento em cada momento:

  1. Preparo para procedimento cirúrgico, que é efeito no hospital, pela equipe do médico responsável;
  2. Administração de anestesia geral e instalação de sistema de ventilação pulmonar;
  3. Realização de uma incisão entre as costelas do paciente. O médico usa um afastador para acessar a cavidade torácica e efetivamente realizar o tratamento necessário.

Caso seja uma videocirurgia, o procedimento é um pouco diferente: o médico faz incisões menores, geralmente três, próximas à área a ser tratada. Em seguida, insere um laparoscópio nessas incisões, para visualizar a cavidade torácica em um monitor. Depois, realiza o tratamento necessário;

  • Aplicação de drenos nas incisões, para evitar o acúmulo de líquidos na área operada e o comprometimento do resultado da operação;
  • Realização de suturas nos cortes feitos durante o procedimento.

Cirurgia torácica dói?

Trata-se de um procedimento indolor durante sua realização, porque o paciente recebe anestesia geral. Depois que o efeito a anestesia passa, o paciente pode sentir dor na área torácica, porém esse sintoma é controlado com uso de analgésicos recomendados pelo médico.

Quais os riscos da cirurgia torácica

A cirurgia torácica apresenta riscos cardiorrespiratórios. Para evitá-los, é importante que o paciente siga à risca as recomendações do médico, o que também ajudará a acelerar a recuperação no pós-operatório. Entre os riscos, destaque para:

  • Infecção pulmonar, da pleura e da incisão (neste caso, somente se não for tratada corretamente);
  • Perda de ar pelo dreno e insuficiência respiratória;
  • Derrame pleural (caracteriza-se pelo acúmulo de líquido próximo ao pulmão);
  • Trombose venosa, arritmia cardíaca, infarto do miocárdio e AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Como deve agir no pós-operatório

O paciente permanece internado de 1 a 5 dias depois da cirurgia. O período total dependerá da extensão do problema do paciente: quanto mais grave for, maior o tempo de internação.

No início do processo pós-operatório, o paciente recebe auxílio de um fisioterapeuta que lhe ajudará a realizar exercícios voltados à respiração correta, o que ajudará a deixar os pulmões limpos e prevenir eventuais complicações, como infecções.

Durante todo o pós-operatório, é importante realizar os exercícios de fisioterapia respiratória e seguir demais orientações do médico. Além disso, tabagismo e má alimentação devem ser deixados de lado, para acelerar a recuperação.

Com cerca de 20 a 30 dias já é possível voltar às atividades normalmente, principalmente as mais leves, como o trabalho e estudo. O paciente deverá realizar acompanhamento médico frequente, até a total recuperação.

Cirurgia torácica pelo SUS

A cirurgia torácica é oferecida gratuitamente pelo SUS, porém para realizá-la é preciso que o procedimento seja indicado por um médico da rede pública. O correto é consultar um profissional em um posto de saúde, mostrar eventuais exames e verificar a possibilidade de realização do procedimento sem pagar.

Em caso positivo, o paciente será encaminhado e certamente entrará em uma lista de espera, que costuma ser grande, mas a cirurgia é realizada normalmente, sempre de forma gratuita e por um profissional especialista.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply