Cloreto de Magnésio: para que serve, como usar, indicações e mais

Cloreto de magnésio é um medicamento que serve para a melhoria do funcionamento do aparelho intestinal, além de ser utilizado na preparação do paciente para a realização do exame de colonoscopia.

Principais indicações

Cloreto de Magnésio: para que serve, como usar, indicações e mais

  • Tratamento da prisão de ventre;
  • Melhora da capacidade de evacuação, devido ao seu efeito laxante;
  • Preparação para exames, como a colonoscopia;
  • Suplementação de magnésio.

Como atua no organismo

O medicamento é absorvido lentamente pelo organismo, provocando um efeito laxativo. O fármaco apresenta resultados em, aproximadamente, 6 a 8 horas, quando administrado na dosagem máxima diária recomendada.

Posologia do medicamento

O cloreto de magnésio possui posologia oral e pode ser encontrado em duas versões: em pó ou cápsulas. Cada versão do fármaco deve ser tomada de maneira diferente, para garantir os resultados esperados.

Se optar pelo medicamento em pó, o correto é diluir o conteúdo da embalagem de 33 gramas em um litro de água filtrada. De manhã, ainda em jejum, tome 60 ml dessa solução. Depois, guarde o restante na geladeira.

Caso queira mascarar o sabor amargo da solução de cloreto de magnésio, é possível misturá-lo a sucos, especialmente os cítricos, o que tornará o medicamento mais agradável.

Escolheu a versão em cápsulas do fármaco? O recomendado é ingerir de uma a duas por dia, no máximo, sempre junto a um líquido, preferencialmente pela manhã e em jejum.

O que fazer se esquecer de tomar?

Cloreto de Magnésio: para que serve, como usar, indicações e mais

Ao esquecer de fazer a administração do cloreto de magnésio, o paciente pode tomá-lo assim que se lembrar.não administre doses diárias consecutivamente, para não provocar efeitos colaterais.

Superdosagem

Quando ultrapassa a ingestão de 60 ml/dia ou duas cápsulas, o paciente pode enfrentar efeitos colaterais e ter comprometimento da função renal. Caso a superdosagem aconteça, monitore os sintomas. Se sentir dores abdominais intensas e tenha diarreia contínua, procure um pronto socorro, a fim de receber atendimento médico.

Efeitos colaterais do Cloreto de Magnésio

O cloreto de magnésio tende a ter boa aceitação pelo organismo, sobretudo, quando administrado corretamente. Mas, isso não quer dizer que não gere efeitos colaterais. Alguns pacientes podem ter reações adversas, como:

  • Hipermagnesemia (alta concentração de magnésio no sangue);
  • Perda de reflexo nos tendões;
  • Depressão respiratória;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Vermelhidão na pele;
  • Sede;
  • Redução da pressão arterial;
  • Confusão;
  • Tontura;
  • Visão dupla;
  • Fraqueza muscular;
  • Redução da frequência cardíaca;
  • Irritação gastrintestinal;
  • Diarreia aquosa.

Ao identificar um desses sintomas, o paciente deve comunicá-los ao médico que prescreveu o fármaco, para que seja analisada a possibilidade de ajuste da dose diária ou suspensão do uso.

Contraindicações do remédio

  • O medicamento é contraindicado para pacientes diagnosticados com insuficiência renal severa;
  • Grávidas não devem fazer uso do fármaco, já que o magnésio consegue ultrapassar a placenta e pode causar interferência nos níveis séricos do feto;
  • Pacientes com alergia a qualquer um dos componentes da fórmula do medicamento não devem utilizá-lo;
  • Há contraindicação para pacientes diagnosticados com colite ulcerosa e diarreia, uma vez que o fármaco pode agravar esses quadros.

Cloreto de magnésio advertências

Caso ocorra diarreia ou evacuação com mais frequência, diminua a dose diária, passando a consumir 50 ml/dia. Faça reduções até encontrar uma dosagem adequada ao seu organismo. Conte com o auxílio do médico para realizar essas alterações.

A solução feita com água e o fármaco em pó mantêm suas propriedades laxantes por 20 dias, no máximo, se forem adequadamente preservados  na geladeira, em um recipiente de vidro com tampa. Após esse período, todo o conteúdo deve ser desprezado.

Não é recomendado o uso do medicamento junto a antibióticos, que podem reduzir o desempenho do cloreto de magnésio. O ideal é tomar o cloreto primeiro e o antibiótico de três a quatro horas depois.

Embora o medicamento possa ser adquirido facilmente sem receita ou prescrição médica, não faça a automedicação. O recomendado é consultar um profissional, para saber se o fármaco é indicado para tratar o seu caso. Assim, o médico poderá receitar o cloreto de magnésio e orientar o paciente sobre a dose diária adequada ao seu organismo, garantindo melhores resultados e reduzindo consideravelmente a chance de enfrentar efeitos colaterais.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply