Colesterol alto: como saber que tenho e cuidados necessários.

O colesterol alto é uma doença na qual o LDL (colesterol ruim) é encontrado em taxas elevadas no organismo, formando placas de gordura nas veias e artérias do paciente. Tais placas impedem o correto fluxo do sangue, comprometendo a oxigenação dos órgãos, além de maximizar o risco de a pessoa desenvolver doenças cardiovasculares graves.

Mas, essa é uma condição que pode ser diagnosticada, tratada e prevenida, trazendo melhor qualidade de vida, além de reduzir consideravelmente o risco de sofrer doenças sérias. Confira, a seguir, como isso é possível.

O que é LDL?

Colesterol alto: como saber que tenho e cuidados necessários. LDL significa Low Density Lipoprotein, que é um tipo de gordura insolúvel em água, somente por determinadas substâncias orgânicas. Como tal gordura não se dissolve com facilidade, ela pode se acumular em veias e artérias, causando colesterol alto e doenças do coração e vasculares, como:

  1. Infarto;
  2. Insuficiência cardíaca;
  3. Aterosclerose;
  4. Hipertensão.

Causas do colesterol alto

O colesterol alto é um problema comumente gerado pela adoção de hábitos de vida nada saudáveis. A seguir, confira quais são eles, bem como outros motivos que provocam a doença:

  1. Consumo elevado de produtos ricos em gordura, como os industrializados;
  2. Tabagismo;
  3. Ingestão frequente de álcool;
  4. Sedentarismo;
  5. Fatores genéticos;
  6. Hiper ou hipotireoidismo;
  7. Uso de substâncias anabolizantes.

Sintomas do colesterol alto

O colesterol alto é uma doença assintomática, ou seja, não gera sintomas. Por isso, é comum o paciente só saber que tem essa condição quando é diagnosticado com algum problema vascular ou cardíaco.

No entanto, existem algumas características físicas e hábitos de vida que fazem com que o médico desconfie que seu paciente tem colesterol ruim alto, solicitando a ele a realização de exames para descartar essa possibilidade. Entre tais características e hábitos estão:

  1. Obesidade;
  2. Acúmulo de gordura na área do abdômen;
  3. Maus hábitos alimentares, com predominância de itens gordurosos e açúcares;
  4. Sedentarismo;
  5. Tabagismo;
  6. Consumo elevado de álcool.

Diagnóstico do colesterol alto

O diagnóstico de tal doença é feito por meio de exames de sangue, especificamente os que têm como foco a análise de índices de LDL. O procedimento é bastante simples: é feita uma coleta de sangue e esse material é avaliado. O resultado costuma sair em uma semana, dependendo do laboratório em que o teste foi realizado.

Tratamento para colesterol alto

O colesterol alto tem cura, mas para atingi-la o paciente precisa fazer um tratamento que consiste na adoção das seguintes medidas (todas acompanhadas e orientadas pelo médico):

  1. Realização de uma dieta especial para controlar e acabar com o colesterol alto: o paciente passa a ingerir alimentos mais saudáveis, com menor quantidade de gordura e açúcar;
  2. Prática de exercícios físicos: realizar atividades com frequência ajuda a combater a obesidade e estoques de gordura corporal. Faça somente atividades indicadas pelo médico;
  3. Uso de medicamentos: os fármacos costumam ser indicados quando o paciente tem risco elevado de sofrer alguma doença cardíaca ou vascular num menor período, evitando tais complicações.

Medicamentos para colesterol alto

Entre os principais medicamentos indicados pelo profissional estão a Sinvastatina, Atorvastatina, Lovastatina, Reducofen, Reducol e Lipdil. É importante salientar que tais fármacos só podem ser administrados se forem receitados por um médico. A automedicação nunca é a melhor opção.

Como prevenir o colesterol alto

Colesterol alto: como saber que tenho e cuidados necessários.

  1. Faça exercícios físicos regularmente, para combater o sedentarismo e obesidade;
  2. Adote uma alimentação pobre em gorduras e açúcares. Consuma mais massas integrais, grãos (lentilha e feijão), frutas oleaginosas (castanha e nozes) e peixes (atum e sardinha). Tais alimentos ajudam a prevenir a doença;
  3. Mantenha seu peso no que é considerado saudável. Quanto maior ele for, mais elevado será o risco de ter colesterol alto;
  4. Deixe de lado o tabagismo e tome bebidas alcoólicas com moderação e menor frequência. O excesso nunca é uma boa opção para saúde, em especial quando se fala em colesterol alto.

Quais são os especialistas para tratar colesterol alto?

Várias especialidades médicas são capazes de identificar sinais do colesterol alto, realizar o diagnóstico da doença e tratá-la efetivamente. A seguir, conheça quais são esses profissionais:

  1. Cardiologista: trata distúrbios associados ao coração;
  2. Nutricionista: profissional especialista em dietas e melhor alimentação;
  3. Endocrinologista: diagnostica e trata distúrbios hormonais e metabólicos;
  4. Geriatra: especialista em saúde de idosos;
  5. Clínico geral: diagnostica, trata e previne doenças em geral.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply