Colesterol – O que é, como funciona, quais os tratamentos

Colesterol é um álcool monoinsaturado gorduroso do grupo dos esteroides naturais que são gorduras, cuja estrutura é de quatro ciclos formados por 17 átomos de carbono; elemento natural do organismo.

Produzido no fígado, apesar ser sintetizado por todas as células do corpo humano, é utilizado por nossos tecidos para a execução de funções vitais como produção de hormônios sexuais masculinos e femininos, síntese da membrana celular e para a produção de vitamina D, cortisona e ácidos biliares.

Colesterol

Como funciona o colesterol do nosso organismo?

O colesterol é introduzido ao organismo através da alimentação. Ovos, carnes vermelhas e manteiga são os alimentos com as maiores concentrações de colesterol, portanto não podem ser excluídos de nosso regime alimentar.

Quando a ingestão de colesterol por via alimentar é menor que o organismo necessita, o fígado repõe a quantidade necessária e reduz a produção endógena orgânica quando do contrário.

O colesterol atua no organismo desde o desenvolvimento fetal até o final da vida do ser humano, com a função de transportar, através das proteínas de sua composição, diferentes moléculas e receptores que agem como sinalizadores e como enzimas digestivas em vias metabólicas.

É essencial para a construção e manutenção das membranas celulares e para regular a fluidez dessas membranas em distintas faixas de temperatura. Assim como, para a fabricação de sais da bile que fica armazenada na vesícula biliar e tem a função de emulsionar gorduras no intestino para facilitar a digestão.

Também, é o precursor do cortisol e da aldosterona nas glândulas adrenais e dos hormônios esteroides que são formadores dos hormônios sexuais: Progesterona, estrógenos, testosterona e derivados. Além, de ser fonte de vitamina D3 que tem função importante no metabolismo do cálcio e das vitaminas lipossolúveis, incluindo as vitaminas A, D, E e K.

Pelo fato do sangue e o colesterol não se misturarem, por um ser aquoso e o outro gorduroso, o colesterol se liga às lipoproteínas que são substâncias compostas por uma camada externa de proteínas e uma camada interna de lipídeos para ser transportado pelo sangue até seu armazenamento no hepatócito.

Quais os tipos de colesterol?

São 4 diferentes tipos de moléculas lipoproteicas: Chylomicrons, IDL, VLDL, LDL e HDL, sendo essas três últimas muito importantes para a saúde humana pelo tipo de colesterol transportado por cada uma delas. Os colesteróis ruins – LDL e VLDL, e o colesterol bom – HDL.

Os colesteróis ruins: LDL – Lipoproteína de Baixa Densidade e lipoproteína de densidade muito baixa – VLDL, aumentam a chance do desenvolvimento de doenças cardíacas. Quando em excesso em nosso organismo acumulam-se nas paredes das artérias coronarianas formando placas gordurosas que afinam os vasos reduzindo e até impedindo a circulação sanguínea, o que pode causar a isquemia do músculo cardíaco provocando a angina e o infarto.

tipos de colesterol

Já, o colesterol HDL promove a limpeza das artérias por transportar o colesterol acumulado para o fígado. Sendo assim, quanto maior for à concentração desse tipo de colesterol no sangue, menor é a possibilidade do indivíduo contrair arteriosclerose cardíaca e outros males pelo excesso de colesterol ruim circulando pelo organismo.

Não devemos consumir colesterol em excesso por ser ele um fator de risco para o surgimento da doença coronariana, assim como a pressão alta e o cigarro.

A cada 500 indivíduos adultos, um apresenta uma anomalia genética que impõe um inadequado processamento do colesterol que faz com que tenham colesterol alto mesmo com a ingestão de pequenas quantidades de alimentos gordurosos. Essas pessoas precisam fazer tratamento médico com uso de remédios para resolver ou amenizar o problema.

Qual o tratamento ideal?

O tratamento dos níveis de colesterol através de medicamentos retarda o endurecimento das artérias e em muitos casos consegue reverter o processo. Com isso, há uma redução significativa do risco de morte por enfarte e AVC causados pela arteriosclerose coronariana.

Fique atento! Consulte seu médico com frequência e faça exames preventivos com regularidade para medir a taxa de colesterol ruim em seu organismo para não ser surpreendido de uma hora para a outra.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply