Como saber se estou na Menopausa – Sinais e Sintomas

Um dos maiores desafios vivenciados pelas mulheres que chegam a faixa dos quarenta anos é o período da menopausa. Considerando que uma mulher pode ficar por anos em uma fase de transição e convivendo com sintomas que comprometem a qualidade de vida, muitas questionam se estão, de fato, no período da menopausa. O diagnóstico só poderá ter 100% de precisão após um ano sem menstruar. Há, também, quadros clínicos classificados como menopausa precoce, que embora sejam raros, podem acontecer. A menopausa é diagnosticada como precoce quando a mulher tem o seu último período menstrual por volta dos 35-40 anos e isso, geralmente, ocorre na faixa dos 45 anos.

Menopausa

Embora não seja uma regra, grande parte das mulheres entra na menopausa entre os 48 e 51 anos e pode começar a sentir ondas de calor na faixa dos 42 anos. Após o surgimento de alguns sintomas, a menopausa pode demorar até 5 anos para se instalar e esse período é chamado de climatério, que pode desencadear calor repentino, dificuldades para dormir e cefaleia. Nessa perspectiva, quando a mulher apresenta, antes dos 42 anos, esses sintomas, diz-se que é uma menopausa precoce.

Sintomas da menopausa

São sintomas característicos da menopausa:

  • Calor intenso: Os calores acontecem devido à diminuição dos níveis de estrogênio, que por sua vez afeta a região do cérebro responsável por regular a temperatura do organismo. Algumas mulheres podem desde transpirar excessivamente a sentir um leve aumento de temperatura;
  • Tontura: A tontura pode ser causada pelos efeitos dos hormônios sobre os vasos sanguíneos, ocasionando assim, a oscilação na pressão arterial;
  • Inchaço: O estrogênio possui um papel importante para manter a quantidade correta de água e bile no corpo humano. Quando os níveis caem, o corpo feminino retém mais líquido e faz com que ela se sinta mais inchada. Diante disso, quando a produção da bile diminui, o corpo tende a não digerir muito bem as gorduras e resulta em flatulências. É sabido que a menopausa pode desencadear um aumento de peso, visto que, no momento em que é estabelecida, o metabolismo já se encontra mais lento. Atividades físicas são altamente recomendadas nessa fase em virtude dessas questões;
  • Falta de libido: As alterações hormonais também são responsáveis pela redução da libido. Além disso, como as paredes vaginais ficam mais sensíveis e secas durante esse período, o problema pode provocar dor no ato sexual e assim diminui a vontade de fazer sexo. Cabe mencionar que o uso de lubrificantes íntimos pode ser um grande aliado nesse momento e as preliminares antes da penetração também poderão fazer diferença. Questões psicológicas, como estar uns quilos acima do peso e insegurança com o corpo, por exemplo, também podem contribuir para a falta de apetite sexual. Sendo assim, a paciência e companheirismo do parceiro é fundamental, bem como ter uma conversa aberta sobre o momento em que está passando;
  • Irritabilidade: Eis outro sintoma comum entre as mulheres que estão atravessando esse período. Uma mulher no auge dos 40 anos pode achar que está irritadiça devido às cobranças no trabalho e nas relações familiares. Entretanto, caso note que a irritabilidade está acontecendo por coisas insignificantes ou sem importância anteriormente, ou ainda desmotivada, cuide se;
  • Insônia: A qualidade do sono das mulheres também é afetada no período da menopausa. A mulher pode ter dificuldades para dormir ou acordar várias vezes durante a noite. Sendo assim, a pessoa fica sempre cansada, irritada e ansiosa. Outros efeitos da falta de sono são a diminuição da capacidade de memória, mal-estar e sonolência durante o dia.

Se você está sentindo alguns desses sintomas, não se desespere, alguns hábitos podem ajudar a amenizar o problema. Ao sair, decida por roupas mais leves e consuma alimentos saudáveis.

É importante mencionar que o tratamento para menopausa pode ser feito com a terapia de reposição hormonal, que utiliza hormônios sintéticos, mas também pode ser feito de uma maneira natural. O ginecologista poderá indicar diversas opções possíveis para aliviar o desconforto da menopausa e também estratégias naturais para promover o bem-estar.

Tipos de diagnóstico

O exame mais assertivo para verificar se a mulher entrou no período da menopausa é o FSH (hormônio folículo estimulante). A elevação desse hormônio indica a diminuição da função ovariana e, portanto, entrada na menopausa.

Em alguns casos, outros exames são solicitados para complementar a avaliação, como: cortisol, testosterona, prolactina, estradiol, LH e beta-HCG.

O histórico clínico de, pelo menos, 12 meses sem menstruar é o critério diagnóstico mais preciso para saber se a mulher está na menopausa.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply