Dentista – Campo de estudo, Curso e Salário médio

Dentista é o médico que cuida dos dentes e da saúde bucal. No entanto, há várias especializações desse profissional que podem ser realizadas, cada um cuidado de algo específico.

As especializações podem ser o clínico geral, a odontologia estética, periodontia, endodontia, implantodontia, próteses dentárias, ortodontia, prevenção e tratamento de câncer bucal, odontogeriatria, odontologia legal, odontologia para pacientes especiais, odontopediatria, radiologia odontológica, cirurgia de bichectomia entre outras.

Conheça mais sobre essa profissão:

O que analisa esse campo de estudo

A maneira mais clara e direta para explicar a carreira do dentista é: o profissional que cuida da saúde, prevenção diagnóstico e tratamento de problemas bucais. Além do dentes, também cuida da gengiva e problemas relacionados com a mordida.

Esse médico atua fazendo extrações dentárias, realiza tratamentos estéticos, diagnóstica e realiza o tratamento adequado para determinadas doenças entre outros. No entanto, o campo de estudo pode variar dependendo do segmento escolhido.

Dentista

Procedimentos e especializações mais comuns da área

Alguns procedimentos são mais procurados por outros. No entanto, cada um deles exige uma especialização e um preparo diferente por parte do profissional. Como por exemplo, a Dentística Restauradora. Esse é uma das áreas mais buscadas, pois nela é feito todo o processo de restauração dos dentes, como o clareamento e até mesmo algumas correções. Outro procedimento estético, também essencial para a mastigação, é a colocação de aparelhos. A área que estuda esse tipo de tratamento é a ortodontia.

Outro procedimento que causa muita procura pelo dentista é o tratamento de canal. Esse é feito na raiz dos dentes e o profissional precisa ser especialista em endodontia. As próteses dentários e até mesmo os pinos para restaurações dentárias são realizadas pela implantodontia.

São 23 áreas reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia, e o profissional poderá escolher uma ou mais para se especializar. São elas:

  • Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial;
  • Dentística;
  • Dentística Restauradora;
  • Disfunção Têmporo Mandibular e Dor Orofacial;
  • Endodontia;
  • Estomatologia;
  • Implantodontia;
  • Odontologia Legal;
  • Odontologia em Saúde Coletiva;
  • Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais;
  • Odontologia do trabalho;
  • Odontopediatria;
  • Odontogeriatria;
  • Ortodontia;
  • Ortodontia e Ortopedia Facial;
  • Patologia Bucal;
  • Prótese Buco-Maxilo-Facial;
  • Prótese Dentária;
  • Radiologia Odontológica e Imaginologia;
  • Saúde Coletiva.

Quanto ganha um dentista

Dentista2

O mercado de trabalho para os dentistas irá depender muito da sua localização e o objetivo. Montar um consultório particular, por exemplo, pode ser difícil principalmente em médias e grandes cidades, já que a concorrência é maior.

No entanto, o profissional também poderá atuar em hospitais, clínicas odontológicas com outros profissionais, postos de saúde, cooperativas, escolas e muitos outros lugares.

O salário é variável dependendo da onde irá atuar e também em qual área irá trabalhar. Segundo informações do site de empregos Catho, um dentista ganha em média R$ 3.400,00.

Como se tornar um dentista

Para se tornar um dentista é necessário cursar a faculdade de Odontologia. O curso tem duração média de 5 anos e envolve várias disciplinas, como Ciências Biológicas, anatomia humana aplicada à odontologia, microbiologia, anestesiologia entre muitas outras.

Durante a faculdade, o aluno deverá participar de aulas práticas em laboratório e também deverá atender pacientes na clínica da própria faculdade.

Após a faculdade, o futuro dentista poderá se especializar em alguma área como a periodontia ou a dentística restauradora. Para atuar na área é essencial que dentista tenha o registro profissional no Conselho Regional de Odontologia no estado em que ele trabalha.

Quando procurar um médico com essa especialização

A maioria das pessoas procuram um médico dentista quando sentem dores nos dentes. Mas o correto é fazer um acompanhamento com frequência para verificar possíveis problemas e/ou danos. Recomenda-se visitar o dentista a cada 6 ou 12 meses.Afinal, a odontologia também trabalha com a prevenção de problemas e doenças. No caso de tratamentos com aparelhos, é importante fazer o tratamento adequado, com a frequência estabelecida pelo profissional.

Mas, se você não faz acompanhamento dentário, é importante procurar um dentista quando:

  • Sentir dor no dente ou na boca;
  • Durante a gravidez;
  • Nascimento dos sisos (ou dente do juízo);
  • Nascimento dos primeiros dentes da criança (os dentes de leite);
  • Quando quebrar um dente (pedaço ou inteiro);
  • Sangramentos na gengiva;
  • Surgimento de feridas;
  • Dentes sensíveis;
  • Surgimento de abscessos;
  • Para tratamentos estéticos como a limpeza.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply