Depressão pós parto: sintomas, tratamento, causas e mais.

Um transtorno ocasionado em um momento específico da vida, a depressão pós parto pode acontecer com qualquer mulher que tenha acabado de dar a luz à uma criança, independente se é parto normal ou cesárea. Essa doença não possui uma causa única, porém é resultada diante de uma grande combinação de fatores físicos e emocionais.

Os sentimentos de tristeza, ansiedade e cansaço podem atrapalhar diretamente a capacidade da mulher de conseguir cuidar dela mesma, além de seu bebê.

Cerca de 70 até 80% das mulheres são afetadas com essa doença, ou como é conhecida comumente baby blues. De acordo com pesquisa recentemente feita pela Fundação Oswaldo Cruz, cerca de 1 em cada 4 mulheres sofrem com a depressão pós parte, podendo durar muito tempo e apresentar efeitos super intensos.

O que é a depressão pós parto?

Depressão pós parto: sintomas, tratamento, causas e mais.

Quando um bebê nasce, a mãe pode sentir dezena de emoções diferentes, desde excitação e alegria até mesmo medo e uma onda gigantesca de ansiedade, em casos extremos é quando acontece a depressão.

Essa tristeza materna pode causas muitas mudanças de humor, episódios de choro, ansiedade e até a dificuldade para dormir. Isso pode acontecer depois de 2 dias do nascimento do bebê e durar algumas semanas.

Quando isso acontece de uma maneira mais severa e mais forte, é chamada então de depressão pós parto, em alguns casos é chamada também de psicose pós parto.

Essa doença é muito séria e não deve ser considerada “frescura” como ouvimos, principalmente de homens, isso porque quando não tratada pode desenvolver outros quadros de depressão durante a vida. É importante procurar atendimento médico o quanto antes.

Quais são os principais sintomas?

Os sintomas podem variar, porém os mais comuns são:

  • Alterações de humor;
  • Ansiedade;
  • Grande tristeza;
  • Irritação;
  • Cansaço e exaustão;
  • Choro fácil;
  • Dificuldade de desenvolver amor pelo bebê;
  • Redução de interesse em atividades que antes eram interessantes;
  • Medo frequente;
  • Ataques de pânico;
  • Pensamentos para prejudicar a si mesma ou o bebê;
  • Menos concentração;
  • Inapetência;
  • Insônia.

É importante saber diferenciar a depressão pós parto do baby blues, isso porque a primeira costuma durar muito mais tempo do que o segundo, causando problemas maiores.

Causas da doença

Não há uma causa exata para a doença acontecer, porém existem algumas das mais comuns, que são:

Mudanças físicas

Após a mulher dar a luz, é normal que exista uma queda drástica no nível dos hormônios (do estrogênio e da progesterona) no corpo. Isso pode contribuir muito para a depressão pós parto. Outros hormônios que são produzidos pela tireoide podem diminuir muito, o que gera um cansaço maior e depressão na recém mãe.

Problemas emocionais

No começo do nascimento do bebê, é comum que a mãe tenha menos horas de sono, além de ter que dispor mais de sua energia e atenção para o bebê. É normal que comece a pensar sobre sua capacidade de cuidar do bebê, questionando outras questões de sua vida, se sentir menos atraente e ainda achar que perdeu o controle de sua vida.

Fatores de risco

A depressão pós parto pode acontecer com qualquer mulher, porém os riscos ficam maiores se:

  • Já existe o histórico de depressão prévio;
  • A mulher tem transtorno bipolar;
  • Teve depressão pós parto antes;
  • Possui membros da família que tem depressão;
  • Passou por algum evento difícil durante a gestação;
  • Se o bebê nasceu com problemas de saúde ou outras necessidades especiais;
  • A mulher tem problemas para amamentar;
  • Se a gravidez não foi planejada ou indesejada.

Que médico procurar?

Se você acha que possui depressão pós parto e quer começar o tratamento o quanto antes, é importante saber os médicos mais indicados para procurar são: o médico psiquiatra ou um psicólogo.

Eles são as pessoas mais indicadas para conseguir lidar e te ensinar a lidar com esse problema, o tratamento pode ser feito apenas com o auxílio desses profissionais, com o auxílio de medicamentos ou remédios alternativos.

Tratamento para depressão pós parto

Depressão pós parto: sintomas, tratamento, causas e mais.

O tratamento pode ser feito por meio de medicamentos específicos sejam os inibidores seletivos da recaptação de serotonina ou antidepressivos tricíclicos.

Em outros casos é adotado a psicoterapia, onde o aconselhamento ajuda a prevenir e tratar essa possível complicação.

Em alguns casos é feito o tratamento por meio da terapia hormonal, onde é feita a neutralização dos níveis de estrogênio do corpo, aliviando assim vários dos sintomas de depressão pós parto.

Complicações possíveis

Caso essa doença não seja tratada, ela pode interferir diretamente no vínculo de mãe-filho, além de causar muitos problemas familiares.

É comum que crianças que tem mães com problemas de depressão pós parto não tratada, costumem ter problemas para dormir, comer, crises, hiperatividade, além de atrasos no desenvolvimento da linguagem.

Como conviver com a doença?

A depressão pós parto deve ser tratada com médicos específicos, porém você pode adotar algumas mudanças no seu dia a dia para melhorar e diminuir a incidência da doença, como por exemplo:

  • Pratique atividade física;
  • Tenha uma dieta equilibrada;
  • Evite vícios como o álcool, tabaco e drogas;
  • Tenha tempo para você;
  • Evite se isolar.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply