O que é a diabetes? Veja aqui os principais sintomas, cuidados e tratamento.

Diabetes é uma doença que acomete pelo menos 13 milhões de pessoas, somente no Brasil. Ela ocorre quando o pâncreas não produz insulina, que é um hormônio responsável pelo metabolismo de carboidratos no sangue. Por isso, dependendo do quadro de diabetes em que o pessoa se encontra, ela poderá precisar receber injeção de insulina.

Isso porque, uma vez que o organismo não processa os carboidratos, responsáveis por fornecer energia para todas as funções vitais no corpo, os níveis de glicose no sangue ficarão muito baixos, o que é conhecido como hipoglicemia.

Se alguém que precisa tomar insulina não tomar, ela sentirá tonturas e dor de cabeça, podendo vir a ter convulsões e, até mesmo, entrando em estado de coma, em situações mais graves. Caso alguém que tenha diabetes desmaie, ela deverá ser colocada de lado e uma ambulância deve ser chamada (o número de emergência é 192).

Para saber como tratar corretamente esta doença é preciso saber o tipo de diabetes, podendo ser divididos em Diabetes de Tipo 1 e 2, além de podendo ser encontradas em mulheres em período gestacional, ou até mesmo em uma fase pré desenvolvida. Confira.

Diabetes tipo 1

 

diabetes tipos

Este tipo de diabetes é mais comum entre crianças e adolescentes e representa um total de 10% dos casos entre pessoas que possuem diabetes. É considerada uma doença auto imune, uma vez que o próprio sistema de defesa do organismo ataca a si mesmo, de modo que a insulina não é liberada pelo organismo e de modo que a glicose não é absorvida pelas células. Seu principal fator de desenvolvimento é o hereditário, portanto, caso alguém da sua família possui diabetes, fique atento.

Diabetes tipo 2

Normalmente a diabetes do tipo 2, que é a mais encontrada entre as pessoas que possuem diabetes, ou seja, 90%, costuma aparecer em adultos com mais de 30 anos. Ela ocorre quando o corpo cria uma resistência à insulina, perdendo a capacidade de responder aos efeitos do hormônio.

Seu principal fator de desenvolvimento é o sobrepeso e obesidade. Apesar de ser mais comum em adultos, também poderá ser encontradas em crianças que não tenham uma dieta balanceada, sendo que as organizações internacionais de saúde tem chamado muito a atenção pelo número crescente de crianças acima do peso.

Neste tipo de diabetes será mais difícil a indicação de insulina, sendo outros remédios mais indicados, entretanto cada caso deve ser analisado.

Diabetes Gestacional

A diabete gestacional, como o próprio nome indica, poderá ser desenvolvida durante a gravidez. Ela ocorre quando os níveis de açúcar no sangue são elevados, o que ocasiona um quadro de hiperglicemia.

Surge especialmente no terceiro trimestre da gestação, incluindo em mulheres que não tinham predisposição para desenvolver diabetes, afetando cerca de 7% das mulheres, que podem desenvolver diabetes do tipo 2 a seguir à gestação.

Pré-diabetes

A pré-diabetes, por sua vez, é um quadro clínico que poderá, consequentemente, ocasionar no desenvolvimento de diabetes do Tipo 2.

Uma das causas de seu desenvolvimento é, além de fatores genéticos, o sedentarismo, a má alimentação e o ganho de peso. Além disso, mães que tenham filhos que pesam mais de 4kg também correm risco de desenvolver diabetes.

Tratamentos para a doença

 

diabetes tipo 1

No caso da Pré-diabetes é possível tratar o quadro clínico por meio de uma mudança no hábito alimentar e no estilo de vida. Um médico poderá indicar a redução de ingestão de alimentos hipercalóricos, gorduras saturadas, além de incentivar à prática de exercícios físicos. A perda de peso por meio de uma dieta equilibrada, em casos de pré-diabetes, é a maior contribuição já que o pâncreas reduzirá a produção de insulina para processar toda a energia que está sendo fornecida.

Em outros casos será preciso um exame de sangue para revelar se há, ou não diabetes. Caso haja constatação do caso de diabetes, o primeiro passo será controlar os níveis de glicose no sangue, para evitar complicações. Uma mediação poderá ser indicada para esse controle.

É importante criar uma rotina em relação ao tratamento, para que o corpo possa lidar melhor com esta nova situação. Além disso, obrigatoriamente, alguém com diabetes deverá ter uma alimentação mais saudável, aliado a prática regular de exercícios físicos.

Caso suspeite de diabetes, não deixe de consultar um médico, o exame padrão leva 3 minutos e exige apenas uma gota de sangue.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply