Diclofenaco Sódico: Para que serve, Como Tomar e Indicações

O diclofenaco sódico é um medicamento bastante popular para tratar dores pós cirúrgicas, dor nas costas, dores causadas por doenças reumáticas, torções, distensões e outras. O Fármaco pertence ao grupo de anti-inflamatórios e não precisa de receita médica para ser adquirida nas farmácias.

As formas mais comuns do diclofenaco sódico são: comprimidos, gotas, gel, injeção e supositório. Um dos nomes mais conhecidos do medicamento é o “Cataflam” e o “Voltaren”.

Posologia: Como tomar o diclofenaco sódico?

Diclofenaco Sódico: Para que serve, Como Tomar e Indicações O diclofenaco sódico não deve ser utilizado por longos períodos. Geralmente, ele deve ser administrado antes das refeições, a dose diária deve ser fracionada em 3. São elas:

Adultos: dose diária de 100 a 150 mg, entretanto, casos mais leves podem ter a dose diminuída para 75 a 100 mg.

Dores causadas pela dismenorreia devem começar com 50 mg ao dia, havendo necessidade, pode chegar a 150 mg.

* O diclofenaco sódico não é recomendado para crianças e adolescentes baixo de 14 anos de idade com exceção em casos de artrite juvenil crônica.

Principais indicações

O diclofenaco sódico é uma substância não esteroide, ele possui propriedades anti-inflamatória, analgésica, anti-reumática e antipirética.

Essas características do medicamento fazem com que haja uma boa resposta clínica no alívio das seguintes dores:

  • Dores de cabeça;
  • Dores abdominais;
  • Cólicas menstruais;
  • Artrite reumatoide (adulta ou juvenil);
  • Osteoartrite;
  • Espondilite Anquilosante;
  • Dores na coluna;
  • Crises de gota;
  • Reumatismo não articular;
  • Inflamações pós operatórias;
  • Inflamações pós traumáticas;
  • Dismenorréia;
  • Dores de ouvido;
  • Combate a dores causadas por processos infecciosos.

Contra indicações do diclofenaco sódico

O diclofenaco sódico não pode ser utilizado por todas as pessoas, embora ele seja vendido sem receita médica, é preciso ler a bula e conhecer suas contra indicações que são:

  • Pacientes com falência hepática não podem usar esse medicamento;
  • Hipersensíveis à fórmula do diclofenaco sódico;
  • Pacientes com úlcera gástrica ou intestinal ativa;
  • Gestantes que estejam no último trimestre;
  • Lactantes;
  • Portadores de insuficiência renal;
  • Portadores de asma, urticária e rinite causadas por ácido acetilsalicílico.

Pacientes que possuem perfurações gastrointestinais podem vir a óbito com a ingestão do diclofenaco sódico. Inclusive, isso pode  ocorrer em qualquer momento do tratamento. As consequências mais graves são em idosos, portanto, não se automedique, informe ao seu médico se tiver alguma complicação séria no estomago ou no intestino.

Possíveis efeitos colaterais

Diclofenaco Sódico: Para que serve, Como Tomar e Indicações

Geralmente o diclofenaco sódico não causa efeitos colaterais na maioria das pessoas, entretanto, eles podem acontecer. De acordo com a bula, os principais são:

Comum:

  • Vertigem;
  • Dores de cabeça;
  • Sonolência;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Cólicas;
  • Elevação das transaminases;
  • Dor no estômago;
  • Gases.

Raras:

  • Problemas de memória;
  • Ansiedade;
  • Tremores;
  • Convulsões;
  • Distúrbios oculares;
  • Visão embaçada;
  • Distúrbios no labirinto;
  • Asma;
  • Gastrite;
  • Hepatite;
  • Distúrbios de sensibilidade;
  • Distúrbios no paladar.

Interações medicamentosas do diclofenaco sódico

As interações foram percebidas com o uso do diclofenaco sódico comprimidos e outras formas usando a substância. O uso concomitante com diuréticos e medicamentos para pressão alta podem reduzir o efeito do anti-hipertensivo, por isso, essa combinação, deve ser administrada com bastante cautela, em especial em pacientes idosos.

Pacientes em tratamento com ciclo porina pode aumentar os riscos de toxidade nos rins devido a elevação das prostaglandinas renais, dessa forma, o diclofenaco sódico deve ser receitado em doses menores e com acompanhamento médico.

O diclofenaco sódico junto com corticoides pode causar efeitos gastrointestinais indesejados.

Pessoas que usam algum tipo de anticoagulante e agentes antiplaquetários devem ter bastante cautela no uso do diclofenaco sódico, pois a substância pode aumentar os riscos de hemorragia.

É também recomendada a precaução em pacientes que ingerem inibidores da recaptação da serotonina, pois pode aumentar o risco de sangramento gastrointestinal.

Embora medicamentos como o diclofenaco sódico  não exigem receita médica para sua aquisição, é preciso que a população saiba utilizar esses fármacos com consciência, afinal, eles possuem uma série de reações adversas e contra indicações importantes que devem ser levadas em conta.

Não de automedique, ao perceber qualquer sintoma desagradável, busque orientação médica e informe todos os medicamentos que estiver ingerindo.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply