Estimulante sexual – O que é, como usar

Os estimulantes sexuais são medicamentos com o objetivo de resolver os problemas sexuais como falta de libido, impotência e disfunção erétil. Além de serem utilizados por quem deseja melhorar a performance e o prazer sexual. Os estimulantes masculinos atuam no organismo aumentando a dilatação das veias e melhorando a circulação sanguínea, facilitando a ereção. Pesquisas recentes demonstraram que 42% dos homens sentem insegurança quanto à ereção e 24% temem não serem capazes de satisfazer a(o) parceira(o).

Por esse motivo, os estimulantes costumam ser consumidos principalmente por homens. Mas alguns podem ser usados por mulheres com intenção de aumentar a libido. Porém esses medicamentos devem ser usados com cuidado. Os efeitos colaterais dos estimulantes comercializados podem ser graves. Nestes casos, o uso de estimulantes sexuais naturais substitui essas medicações, garantindo a obtenção do efeito desejado de uma forma natural e redução ou eliminação dos efeitos colaterais desagradáveis.

Estimulantes Sexuais

Quais são os mais comuns no mercado

Os medicamentos que atuam como estimulantes sexuais são em sua grande maioria vasodilatadores. Isso significa que eles proporcionam uma dilatação dos vasos sanguíneos, aumentando a circulação e facilitando a ereção por aumentar a irrigação da área. Os principais medicamentos encontrados no mercado são:

  • Viagra: seu princípio ativo e o sildenafil e é a medicação mais conhecida para esse fim. Sua atuação é rápida, em 30 minutos já é possível perceber seus efeitos e eles duram de 4 a 6 horas;
  • Livitra: Possui uma duração maior do que a Viagra, variando entre 4 e 8 horas e seu princípio ativo é o vardenafil;
  • Vivanza: A duração é semelhante à do Livitra, entre 4 e 8 horas, principalmente pelo fato de possuir o mesmo princípio ativo do outro medicamento, o vardenafil;
  • Cialis: essa medicação tem efeito imediato no organismo e possui a duração mais longa, chegando a incríveis 36 horas. Seu princípio ativo é o taladafil.

Independente da medicação escolhida, os efeitos colaterais são inúmeros e perigosos, desde dores de cabeça intensas a problemas de visão. Nestes casos, a prescrição médica e o acompanhamento são essenciais.

Estimulantes naturais – quais são suas vantagens e desvantagens

Os estimulantes sexuais de origem natural podem ser uma alternativa ao uso de estimulantes comerciais. Ainda mais por quem deseja apenas aumentar a potência sexual. Por serem naturais, estes estimulantes proporcionam a melhora do desempenho sexual, o aumento do desejo sexual e o aumento da libido sem oferecer tantos riscos quantos os encontrados nas medicações comerciais, sendo esta sua principal vantagem. Porém alguns urologistas acreditam que mesmo os estimulantes naturais devem ter seu uso controlado.

Alguns desses estimulantes sexuais naturais são:

  • Maca Peruana: uma espécie de raiz peruana considerada afrodisíaca para homens. É também utilizada por mulheres para aumento da energia e fertilidade. Entre seus benefícios se encontram o aumento do desejo sexual, melhora da ereção e lubrificação feminina. Esse ingrediente é muito encontrado em medicações voltadas para o tratamento da disfunção erétil. Para consumir o chá da erva, adicione uma colher de chá do pó da planta em um copo de água e mexa até dissolver. Consuma por três vezes ao dia;
  • Catuaba: bem conhecida por seus efeitos afrodisíacos, essa planta brasileira atua do organismo aumentando a libido, tanto masculina quanto feminina. Para fazer o chá de catuaba, acrescente duas colheres de sopa de cascas de planta em ½ l de água fervida. Coe e beba;
  • Alho: esse alimento possui a ação de aumentar a circulação sanguínea. Muito semelhante à atuação dos estimulantes sexuais vasodilatadores, mas com ação totalmente natural. O aumento da circulação facilita e prolonga a ereção, melhorando o desempenho sexual. Para consumir, amasse o dente de alho e deixe de molho durante a noite. Depois é só consumir a água;
  • Tribulus Terrestris: essa planta medicinal é capaz de regular os níveis de testosterona, melhorando o desejo sexual, aumentando a libido e a qualidade do sêmen. Para consumir o chá, ferva uma colher de sopa de folhas secas em um copo de água por cinco minutos. Depois de coado é só consumir por até três vezes diárias;
  • Gengibre: é um alimento termogênico, ou seja, aumenta a temperatura corporal, o metabolismo e a circulação sanguínea, funcionando como um estimulante natural. O gengibre pode ser consumido como tempero ou chá. Para preparar o chá, basta cortar ou ralar a raiz e adiciona-la em água fervida. Deixe descansar por 8 ou 10 minutos, coe e beba.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply