Hematologia e Hemoterapia – Procedimentos, Especialidade

A hematologia e hemoterapia é uma especialidade médica que estuda, realiza diagnósticos e trata distúrbios no sangue.

Ela avalia todos os elementos que fazem parte do sangue humano, como por exemplo: As plaquetas, os glóbulos vermelhos que são conhecidos como ” hemácias” e também os glóbulos brancos que são os ” leucócitos”.

Quais são os procedimentos mais comuns?

Hematologia2

Os médicos formados nessa especialidade são chamados de ” Hematologistas”. O profissional tem uma rotina voltada para os cuidados de pacientes que possuem doenças hematológicas, como:

  • Anemia ( todos os tipos)
  • Câncer de gânglios
  • Leucemia
  • Trombose
  • Púrpura ( doença caracterizada pela deficiência de coagulação de sangue)
  • Papa de hemácia
  • Câncer nos ossos
  • Hemofilia
  • Transplantes de sangue e de medula óssea

Além disso, muitos pode atuar em laboratórios para interpretação dos exames hematológicos. São eles:

  • Hemograma completo
  • Dosagem de fatores de coagulação
  • Mielelograma
  • VHS ( Velocidade de hemossedimentação)
  • Dímeros D
  • Tempo de Tromboplastina parcial ativada
  • Fibrinogênio

A hematologia está muito  interligada na oncologia, especialmente no tratamento de linfomas e leucemia, por isso, alguns profissionais podem aprofundar ainda mais a sua especialização.

Como se tornar um hematologista?

A especialidade é uma subdivisão da clínica geral, portanto, é necessário um total de 10 anos de estudos para concluir a especialização em hematologia e hemoterapia.

Depois desse período, o profissional ainda pode optar em estudar mais um ano em alguma área relacionada, como:

  • Transplantes de células tronco;
  • Tratamento de distúrbios hemorrágicos;
  • Oncologia, especialização de malignidade hematológica como a leucemia e o linfoma;
  • Transfusão de sangue.

Hematologia

Quanto ganha em média um profissional dessa área?

A hematologia e hemoterapia é uma especialidade que oferece boas oportunidades de trabalho, o tempo de espera para uma boa colocação é menor do que em outras especialidades médicas.

O profissional tem uma campo vasto de atuação, pode lidar em consultórios médicos, hospitais, clínicas, centros de pesquisa, laboratórios, bancos de sangue e atividades burocráticas.

De acordo com a Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular, existem aproximadamente 2.300 especialistas cadastrados em todo Brasil.

Devido a essa possibilidade de variar o ambiente de trabalho e ter muitas especializações, o salário de um hematologista pode variar bastante.

De acordo com uma pesquisa realizada por um site de empregos  famoso no Brasil, o hematologista é a 7ª especialidade médica mais bem remunerada com uma média salarial de R$ 9.025, 78.

Vale lembrar que um médico hematologista que possui mestrado e doutorado pode ganhar três vezes mais do que esse valor.

Quando procurar um médico hematologista?

O especialista em hematologia está preparado para atuar em diversas doenças que estão relacionadas ao sangue, desde as mais simples de serem tratadas  até as mais complexas.

Na realidade, a hematologia é uma área muito presente na vida de todas as pessoas, pois sempre que um médico solicita exames, desde os simples de sangue, um profissional hematologista está envolvido na interpretação desses exames.

Ou seja, ele trabalha nos bastidores. Geralmente, a necessidade de procurar essa especialidade é apontada por outro médico como o Clínico Geral, Endocrinologista, Cardiologista e outros que detectarem alguma condição de saúde que necessitem de uma hematologista, são elas:

  • Manchas roxas pelo corpo que sejam frequentes;
  • Cor amarelada na pele e nos olhos;
  • Problemas de trombose;
  • Gânglios linfáticos inchados;
  • Mal estar e fadiga frequente;
  • Problemas de anemia;
  • Leucemia;
  • Linfoma;
  • Doenças hereditárias que causam a deformação dos glóbulos e causam problemas de crescimento e deformação óssea facial;
  • Problemas de coagulação do sangue;
  • Transplante de medula;

Quando um paciente é encaminhado para um hematologista, o especialista solicita vários exames para averiguar qual a conduta médica será adotada. O profissional atende pessoas de todas idades.

Os principais sinais de doenças hematológicas geralmente aparecem em exames de rotina como o hemograma completo: Alteração dos glóbulos vermelhos, alteração nos glóbulos brancos e alterações nas plaquetas.

Percebendo essas alterações, um hematologista deve ser procurado para investigar possíveis distúrbios no sangue e tratá-los.

Por isso, é importante manter os exames de rotina sempre em ordem, eles servem para diagnosticar problemas de saúde quando ainda estão no início.


Fontes de referência deste conteúdo:

 https://exame.abril.com.br/ciencia/os-15-maiores-salarios-na-area-medica/

http://www.hc.fm.usp.br/index.php?option=com_content&view=article&id=163:hematologia-e-hemoterapia&catid=70&Itemid=229

https://pebmed.com.br/hematologia-e-hemoterapia-otima-escolha-para-quem-gosta-de-variar-no-trabalho/

https://www.h9j.com.br/centro-de-medicina-especializada/Paginas/especialidades/hematologia.aspx


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply