Medicina do Trabalho – Como fazer exame admissional, o que é avaliado

A Medicina do Trabalho, conhecida também como Medicina Ocupacional, é geralmente definida como uma especialidade média que tem como finalidade avaliar a relação entre a saúde de determinadas pessoas com seu local de trabalho.

Por ser um campo amplo, a Medicina do Trabalho possui vários papéis, mas seu objetivo maior é preservar a saúde do trabalhador, já que essa própria especialidade foi desenvolvida graças ao processo de humanização do trabalho.

Entenda mais sobre a Medicina do Trabalho:

  • O que é,
  • Suas funções,
  • Exame admissional e sua importância,
  • Como e onde fazer os exames.

E outros dados sobre como esse tipo de medicina é fundamental para qualquer novo trabalhador.

Entendendo a Medicina do Trabalho

As relações de trabalho passaram a ganhar preocupação associadas com a saúde e segurança ainda durante a época da Revolução Industrial, no século XIX. No Brasil, o início da prática começou em 1944 por meio da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), mas ainda não era tudo aquilo que se esperava.

A Medicina do Trabalho tem fundamental importância para que se reafirme a responsabilidade social de uma empresa. Isso se deve justamente porque as relações de trabalho conseguem afetar tanto de forma direta como indireta a sociedade, principalmente quando se aborda a questão de saúde e prevenção de acidentes.

Por isso, hoje é possível definir que a Medicina de Trabalho como uma especialidade que atua:

  • Em assumir um compromisso com a qualidade de vida e na manutenção da saúde dos colaboradores,
  • Na fiscalização sobre as condições mais adequadas para os trabalhadores,
  • Na garantia da saúde e da integridade física e psicológica dos trabalhadores,
  • Na prevenção de acidentes e doenças ocupacionais,
  • No oferecimento de condições laborativas mais dignas a todos os colaboradores.

As normas para a Medicina do Trabalho – e que o Brasil adota como modelo ideal – surgiram apenas no ano de 1994. O processo demorou um bom tempo até uma legislação bem mais objetiva fosse criada.

Importância dos exames na Medicina do Trabalho

Embora seja essencial que uma empresa avalie a qualificação, o perfil dos candidatos e a disponibilidade de cada um no momento da contratação, há outros fatores que não podem ser deixados de lado: os exames admissionais.

O exame admissional serve como uma forma de garantia para a empresa, pois atesta que o futuro funcionário possui condições físicas adequadas para exercer a função a que está sendo contratado. Por isso, é importante realizar o exame médico admissional para que o empregador se resguarde e comprove que está contratando uma pessoa totalmente capaz de atuar naquele trabalho.

Contudo, esse exame admissional não somente tem como intuito avaliar as características que poderiam impedir o empregado em atuar naquela função, mas também em avaliar a saúde do trabalhador de forma geral.

O exame é obrigatório – a organização que descumprir terá problemas com a legislação brasileira, pois vai contra o aspecto legal e trabalhista, deixando a organização sujeita ao pagamento de uma multa. Além disso, é uma forma de evitar eventuais processos judiciais e manter-se dentro dos padrões legais de saúde exigidos.

Como fazer o exame admissional? O que é avaliado?

O exame admissional deve ser feito antes mesmo que o trabalhador assuma suas funções na empresa que tem interesse em contratá-lo. Este exame é bem simples, pois consiste em uma anamnese clínica e ocupacional – em que se analisa o histórico da saúde do trabalhador, trabalhos anteriores e riscos que possam ter existido), além de exame médico físico e mental.

Caso for necessário, há solicitação de exames complementares: isso vai muito da função que o trabalhador fará e os riscos aos quais ele estará sujeito. São exemplos de exames complementares:

  • Acuidade visual,
  • Audiometria,
  • Espirometria,
  • Exames laboratoriais,
  • Psicotécnico,
  • Raio-x.

Todo esse processo dos exames médicos admissionais é por conta do empregador, assim como o agendamento destes exames. Por isso, basta você se dirigir ao local designado pelo empregador no dia e hora marcados para conversar com um médico especializado em Medicina do Trabalho.

Após a realização dos exames, o médico emite um Atestado Médico de Capacidade Funcional, isto é, um documento que constará as suas informações e o resultado de todos os seus exames. Nesse atestado, o médico irá dizer se você é uma pessoa apta ou não para realizar aquelas atividades que a empresa deseja.

Para cada trabalhador, o atestado fica arquivado com quaisquer outros documentos pertinentes de cada um.

Exames periódicos também devem ser solicitados para continuar avaliando o estado de saúde do trabalhador, principalmente se for necessária a mudança ou correção de algumas situação do cargo.

Por curiosidade, antes que ocorra a demissão de um funcionário, a empresa precisa realizar o exame demissional para que seja emitido o Atestado de Saúde Ocupacional (ASO), onde mostrará se houve o desenvolvimento de doenças ou problemas de saúde pelo cargo que foi ocupado até então.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply