Médico internista – Campo de atuação, Exames e Procedimentos e Salário

A Medicina Interna, também conhecida como Clínica Médica, é a responsável especificamente pela saúde dos adultos. Um médico internista, ou clínico, cuida especialmente de quadros mais complexos e de difíceis diagnósticos, que envolvem diversos órgãos do corpo humano, compreendendo o conteúdo de diversas áreas da medicina e lidando com patologias diversas.

O médico internista pode trabalhar em consultórios, clínicas, ambulatórios e enfermarias.

Médico internista

Campo de atuação

Esse é um campo que lida com patologias de diversas áreas diferentes. Portanto, um médico internista precisa ter conhecimento nas seguintes áreas:

  • Apresentações clínicas comuns, como dor de ouvido, febre, fraqueza muscular, prurido, tontura, náuseas, vômitos, etc.;
  • Doenças cardiovasculares, como hipertensão, insuficiência cardíaca, endocardite, aneurisma da aorta, etc.;
  • Doenças respiratórias, como doença pulmonar obstrutiva crônica, asma, insuficiência respiratória, tuberculose, etc.;
  • Doenças do sistema nervoso, como meningite, encefalite, AVC, parkinsonismo, etc.;
  • Doenças renais, como infecção do trato urinário, doença renal crônica, distúrbios hidroeletrolíticos, etc.;
  • Doenças do sistema endócrino-metabólico e alterações nutrológicas, como diabetes, hipertireoidismo, hipocalcemia, obesidade e desnutrição, hipoglicemia, etc.;
  • Doenças do sistema digestivo, como doença do refluxo gastroesofágico, úlcera péptica, doença inflamatória intestinal, hepatites, cirrose, diarreias, etc.;
  • Neoplasias, como sistema linfático, pulmão, próstata, emergências oncológicas, neutropenia febril, etc.;
  • Doenças hematológicas, como anemias, trombocitopenia, neutropenia febril, doenças mieloproliferativas, etc.;
  • Doenças reumatológicas e autoimunes, como osteoporose, gota, artrite reumatoide, esclerodermia, artrites virais, etc.;
  • Doenças da pele, como infecções de pele e do tecido mole, urticária e angioedema, úlceras na pele, etc.;
  • Demais doenças infecciosas, como HIV, doenças sexualmente transmissíveis, malária, etc.;
  • Demais tópicos de medicina intensiva e de emergência, como ressuscitação cardiopulmonar avançada, anafilaxia, choque, arritmias, etc.;
  • Perioperatório e interconsulta;
  • Síndromes geriátricas e miscelânea.

Médico internista

Quais são os exames e procedimentos mais comuns

Assim como o médico internista precisa ter conhecimento de uma série de patologias, sabendo diagnosticá-las e tratá-las, também precisa conhecer diversos exames, procedimentos e técnicas realizados constantemente no ambiente médico.

Abaixo, listaremos alguns deles:

  • Hemograma completo;
  • Bioquímica básica;
  • Eletrocardiograma;
  • Radiografia simples de tórax, coluna, abdome, gasometria e prova de função pulmonar;
  • Aferição da pressão arterial;
  • Punção lombar;
  • Terapia transfusional;
  • Coleta de hemocultura;
  • Reanimação cardiopulmonar;
  • Desfibrilação;
  • Marcapasso transcutâneo;
  • Eletrocardiograma.

Quanto ganha um profissional dessa área?

O salário de um médico internista é bom, uma vez que é uma área em crescente evolução e que exige amplo conhecimento médico. A média do piso salarial atual é de cerca de RS$ 10,700 para uma jornada de 33 horas semanais, podendo variar de região para região.

Como tornar-se um médico internista?

Para atuar na área, é preciso ser formado em medicina e ter uma especialização em Clínica Médica, obtida através do Programa de Residência Médica, que dura cerca de 3 anos. Após completar a especialização, ele já poderá atuar como médico internista, podendo especializar-se em outras áreas, como cardiologia, infectologia, pneumologia, etc.


Referências utilizadas neste conteúdo:

https://portal.cfm.org.br/images/PDF/competenciasclinico.pdf


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply