Nimesulida: para que serve, posologia, indicações, cuidados e mais

Dores de cabeça, dor de dente ou de ouvido costumam ser muito incômodos e atrapalham no desenvolvimento de nossas atividades diárias. Por isso, é importante ter à mão um medicamento que resolva o problema ou acabe com a dor, o mais rápido possível.

O Nimesulida é um remédio muito procurado para essas situações, por ser um anti-inflamatório não esteroide, que combate inflamações, febre e dores no corpo. Nimesulida possui ação quase instantânea, seus efeitos podem ser sentidos em cerca de 15 minutos.

Veja aqui como é o tratamento de Nimesulida em pacientes, como tomar Nimesulida da maneira correta, quais são os efeitos colaterais, reações adversas mais comuns em adultos e crianças, como é a relação do corpo em relação aos princípios e quantas horas após funciona.

Nimesulida, analgésico, antitérmico e anti-inflamatório

Nimesulida: para que serve, posologia, indicações, cuidados e mais.O Nimesulida é um remédio indicado para quadros de dor, relacionados à inflamação, como dores de garganta, otites, dores de cabeça e até cólicas menstruais. Nimesulida contém a substância cicloxigenase-2, que contribui para fazer a síntese de prostaglandinas relacionadas às inflamações.

Esse é um remédio que inibe a produção de radicais livres provenientes de inflamações. Em relação a outros medicamentos similares, Nimesulida possui a vantagem de acumular menos substâncias nos rins, diminuindo os riscos de efeitos colaterais. (Vale lembrar que pessoas com problemas renais não devem consumir esse medicamento sem a orientação médica).

O Nimesulida tem ação sobre o sistema nervoso central, anestesiando as partes responsáveis por emitirem os sinais de dor. Além disso, o medicamento produz efeitos mais rápidos que outros anti-inflamatórios – enquanto outros medicamentos podem demorar de 30 a 40 minutos, a redução da dor com o consumo de Nimesulida pode ser percebida em cerca de 15 minutos.

Por isso ele é um dos mais usados durante o tratamento com anti inflamatórios, porque proporciona o melhor bem estar, combate desde uma garganta inflamada, tudo isso sem colocar o seu corpo em risco de insuficiência renal – quando consumido de forma regrada, assim como outros anti inflamatórios.

O que é e para o que serve?

Nimesulida é um medicamento que age contra todo tipo de inflamações, além de ser analgésico e antipirético, combatendo dor e febre. Caracterizado como um anti-inflamatório não esteroide (AINE), diferencia-se dos demais compostos nesta categoria, por apresentar um radical sulfonanilida ao invés do radical carboxílico.

Muito indicado por médicos e farmacêuticos, esse medicamento passou a deixar outros para trás, sendo usado por grande parte da população brasileira, principalmente contra os sintomas de inflamação na garganta, na arcada dentária e no ouvido. O efeito deste remédio se dá graças à diminuição da produção de enzima cicloxigenase-2, que está diretamente relacionada aos processos inflamatórios. Também, é eficaz contra dores agudas, como a de dente e a menstrual, entre outras, sendo que seu efeito pode ser sentido 15 minutos após o uso.

Este medicamento pode ser encontrado em gel, a fim de eliminar dores musculares e articulares, mas também em forma de comprimido 100mg comum, dispersível ou granulado, assim como em gotas ou modelo supositório. Todos os modelos de Nimesulida em questão são anti inflamatórios não esteroides.

Posologia (como utilizar)

Nimesulida: para que serve, posologia, indicações, cuidados e mais.

Sendo indispensável orientação médica, visto que, automedicar-se é um ato que deve ser evitado, é essencial saber qual o melhor modelo de Nimesulida a ser consumido, de acordo com a situação e se realmente existe a necessidade para consumi-lo.

É recomendado que a ingestão deste seja feita após as refeições, para evitar possíveis problemas estomacais e que não ultrapasse o limite de 400mg por dia:

  • Comprimido 100mg: ingerir meio ou um comprimido de 12 em 12 horas (duas vezes ao dia), ou de acordo com a indicação médica;
  • Comprimido 100mg dispersível: em meio copo de água (100ml), dissolver um comprimido por uso, duas vezes ao dia (12 em 12 hr). Pode haver aumento de dose, se necessário;
  • Comprimido 100mg granulado: tomar duas vezes ao dia, meio ou um envelope dissolvido em água ou suco. A dose pode ser aumentada até 200mg/dia;
  • Gotas: indicado para crianças a partir de um ano, as doses devem ser de uma gota por cada quilo de peso, duas vezes ao dia. Também é possível dissolve-las em um pouco de água, para facilitar a ingestão;
  • Gel dermatológico: eficiente para dor e inflamação em tendões, músculos, articulações e ligamentos danificados por traumatismo, deve ser aplicado até três vezes ao dia, diretamente na região afetada, durante sete dias ou de acordo com receita médica. Para aplicar, faça uma camada fina de gel e massageie levemente até que a cor do produto desapareça;
  • Supositório 100mg: podendo ser utilizado em crianças a partir de um ano, é indicado que seja introduzido duas vezes ao dia pelo orifício anal. A dose pode ser alterada de acordo com indicação médica.

Lembrando que o uso deste medicamento deve ser limitado a, no máximo, 15 dias, portanto, ao perceber indiferença dos sintomas em até cinco dias, entre em contato com seu médico. Ele não é recomendado mais do que esse tempo, conforme está escrito na bula da Nimesulida, não se exceda nas quantidades.

Precauções e contraindicações

Pessoas que possuem histórico de doenças hemorrágicas, que tiveram/têm úlcera estomacal ou insuficiência cardíaca, renal e hepática grave devem se manter longe deste remédio.

Alérgicos ao ácido acetilsalicílico ou outros componentes anti-inflamatórios não esteroides também devem evitar este medicamento, assim como mulheres grávidas ou em período de amamentação.

O Nimesulida comprimido, granulado ou dispersível, é indicado apenas para crianças maiores de 12 anos de idade; já em idosos, o uso deve ser cauteloso e com acompanhamento médico.

Efeitos colaterais

Nimesulida: para que serve, posologia, indicações, cuidados e mais

Um efeito colateral comum são as dores de barriga sentidas por pessoas que ingerem o remédio de estomago vazio, deste modo é importante atentar-se à alimentação antes de ingeri-lo. Coceiras, urticárias e prurido são também efeitos frequentes. Por isso é importante ficar atento a quantidade de mg de Nimesulida consumidos, ainda mais com a variação dos sintomas, seja dor de garganta ou até dor de dente.

Alguns efeitos secundários não tão comuns podem ser náusea, perda de apetite, dor de cabeça, diarreia, unira escura, tontura, sonolência, prisão de ventre, gases, vertigem, aumento da transpiração e da pressão arterial, menor temperatura corporal, entre outros.

Diferentes sintomas colaterais podem ser sentidos, mesmo alguns raros, como casos isolados de necrólise epidérmica, encefalopatia ou hepatite aguda. Porém, existe a grande possibilidade de que nenhum desses efeitos, sejam comuns ou raros, afetem o usuário deste remédio.

É sempre essencial manter-se em auto observação durante as primeiras doses, com a intenção de perceber qualquer tipo de malefício proporcionado pelo Nimesulida, e se esses malefícios forem notados seu médico deve ser informado. Por isso, recomenda-se cuidado quando o medicamento é consumido pela primeira vez, ainda mais sobre quais são os efeitos colaterais.

Referências:

http://submission.quimicanova.sbq.org.br/qn/qnol/2009/vol32n1/30-AR08307.pdf

http://submission.quimicanova.sbq.org.br/qn/qnol/2011/vol34n9/28-ED10920.pdf

http://www.scielo.br/pdf/rbcf/v38n2/v38n2a05


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply