O que é bom para queda de cabelo? Remédios e tratamentos

Leia com atenção e descubra remédios e tratamentos que são bons para a queda de cabelos.

Queda de cabelo

queda de cabelo se dá a partir de má formação, dano ou destruição dos folículos pilossebáceos por múltiplas causas. Conheça algumas delas:

  • Carência de vitaminas do complexo B ou C;
  • Pouca ingestão alimentar de carboidratos, proteínas, ferro e zinco;
  • A anemia reduz a produção de fios e enfraquece os existentes pela ausência de oxigenação no bulbo capilar;
  • Traumatismo, queimaduras químicas ou físicas ou exposição a agentes radioativos usados com finalidade terapêutica;
  • Estresse, problemas psicológicos, perturbações emocionais e o uso de depressivos;
  • Alterações hormonais das glândulas endócrinas como: tireoide suprarrenal e hipófise;
  • Doenças como tuberculose, linfomas, tumores, lúpus, entre outras;
  • Predisposição genética;
  • Alopecia Areata que é uma doença autoimune que deixa careca toda uma área arredondada da cabeça;
  • O uso abusivo de secador de cabelo enfraquece os fios;
  • Banhos excessivamente quentes resseca o cabelo e reduz a quantidade do sebo protetor do couro cabeludo;
  • O uso de pílulas anticoncepcionais;
  • Menopausa;
  • Medicamentos usados em tratamentos de câncer, artrite, pressão alta e problemas cardíacos.

Existem no mercado remédios para a queda de cabelo que variam conforme a causa diagnosticada por um médico. É esse especialista que vai indicar qual o medicamento, a dosagem e por quanto tempo.

Remédios indicados para a queda de cabelo

  • Pantogar – Este medicamento promove o aumento da produção de fios de cabelo através das vitaminas B1, B5, B10, da cistina, da queratina e da levedura medicinal que fazem parte de sua composição;
  • Avicis – Reduz a ação do hormônio – DHT que é responsável pela alopecia androgenética;
  • Finasterida – Inibe a ação da enzima 5-alfa-redutase que transforma a testosterona em dihidrotestosterona que atrofia a raiz do cabelo.

O uso do Avicis e da Finasterida podem causar os seguintes efeitos colaterais:

  • Impotência sexual;
  • Infertilidade;
  • Perda de sensibilidade;
  • Depressão;
  • Perda de memória;
  • Redução da próstata;
  • Perda muscular;
  • Atrofia e dor nos testículos;
  • Diminuição do pênis ereto;
  • Redução da ejaculação;
  • Crescimento anormal das mamas masculinas;
  • Dificuldades cognitivas.

Dado a grande quantidade de graves efeitos colaterais o bom para a queda de cabelos são tratamentos realizados em clínicas especializadas. Conheça alguns:

Low Level Laser Therapy – LLLT

Tratamento a laser diodo de baixa potência que estende o período de crescimento capilar, melhora a densidade do cabelo, estimula o processo de cicatrização, aumenta a síntese de colágeno, citocinas e de fatores angiogênicos pelo aumento da produção de energia – efeito fotobioestimulador.

Esse efeito oferece total garantia anti-inflamatória e antioxidante através do fomento da produção de energia celular que estimula às mitocôndrias, a vasodilatação, aumenta o fluxo de oxigenação e aporta nutrientes ao bulbo capilar.

Sua indicação é para o tratamento da calvície e da queda acentuadas de fios; a quantidade de sessões é definida conforme as condições apresentadas pelo paciente.

Aplicação de Plasma Rico em Plaquetas – PRP

É um procedimento não cirúrgico que coleta as próprias células sanguíneas do paciente e as submetem a um processo de centrifugação onde acontece a separação das plaquetas que contém diferentes proteínas do restante do sangue Em seguida, o PRP separado é injetado na área a ser tratada do couro cabeludo.

A quantidade de aplicações é equivalente ao volume de crescimento dos fios de cabelo, mas estudos revelam que uma aplicação mensal num período de três meses traz excelentes resultados.

O PRP que não apresenta efeitos colaterais maléficos ao organismo é uma excelente solução quando da impossibilidade da realização do implante capilar.

Transplante Capilar

O implante capilar que usava fios sintéticos não é mais realizado, porém o termo ainda é usado para designar o transplante capilar que é o procedimento de enxertar fios naturais do próprio paciente.

O procedimento consiste em retirar de fios saudáveis localizados próximos a nuca e transplantá-los nas regiões do couro cabeludo onde não existe mais cabelo para que aconteça a formação de novos folículos de onde irão nascer novos e saudáveis fios de cabelo. Quando não existem pelos na região da nuca os folículos são extraídos de outras partes do corpo.

Os fios são enxertados por um médico cirurgião respeitando a direção natural dos cabelos por uma ferramenta aplicadora com a ajuda de lentes de aumento.

Os fios transplantados caem e novos folículos saudáveis nascem em seu lugar após alguns meses. Sendo assim, o resultado esperado acontece entre 3 e 6 meses após a cirurgia conforme o crescimento capilar de cada indivíduo.

Não é necessária a internação hospitalar para a realização do transplante capilar e após 24 horas do procedimento o paciente está pronto para retornar a sua rotina normal de vida.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply