Patologia Clínica – O que faz, Exames e Procedimentos, Salário e Profissão

A patologia clínica é uma área da medicina focada em exames laboratoriais. O médico Patologista Clínico é credenciado na Sociedade Brasileira de Patologia Clínica Medicina Laboratorial, ele é responsável pelo fornecimento de informações ao médico para o diagnóstico correto, tratamento, prognóstico e também acompanhamento de uma enfermidade.

O objetivo da patologia clínica também é na atuação do controle de qualidade nos exames, onde o especialista supervisiona programas que detectam erros antes da liberação dos resultados.

O que analisa esse campo de estudo?

Patologia clinica

As análises clínicas é um dos campos da medicina que mais evolui nos últimos anos, pois muitos equipamentos e descobertas novas permitem que as doenças sejam previamente identificadas para aumentar as chances de um tratamento eficiente ou até mesmo, prevenir que ela se desenvolva.

O fundamento da patologia clínica é justamente garantir que todos os processos realizados para análise  dos exames sejam seguros, desse modo, os usuários podem ficar mais tranquilos.

Inclusive,  a SBPC criou um Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos que confere um selo de qualidade aos estabelecimentos que realizam auditorias externas periódicas e atendem todos os padrões exigidos com relação ao ambiente, instruções, preparação do paciente, coleta de material a ser analisados, calibração dos equipamentos,  cuidados com estocagem e manipulação de amostras.

Quais são os exames e procedimentos mais comuns

O patologista clínico analisa diversos exames, os mais comuns são:

  • Sangue;
  • Urina;
  • Fezes;
  • Outros líquidos biológicos ( esperma, medula óssea, saliva);
  • Testes hormonais;
  • Exames toxicológicos.

Essa especialidade médica tem um papel importante nas análises clínicas, pois cerca de 70% dos diagnósticos e decisões clínicas são baseadas nos resultados dos exames. Obviamente que deve ser complementada com a avaliação de outras especialidades que solicitaram os exames para um veredicto final.

Entretanto, é fundamental entender que o foco do profissional de patologia clínica  nas fases do fluxo laboratorial são:

  • Fase pré analítica – Auxiliar os médicos na indicação de exames para conseguir o diagnóstico correto da doença dos pacientes já analisados. Além disso, é de sua responsabilidade assegurar que os processos de coleta e transporte das amostras sejam  feitas com exatidão;
  • Fase analítica –  Definir os métodos corretos para cada exame e assegurar a qualidade dos testes;
  • Fase pós analítica – Elaboração de laudos com os resultados para ajudar os médicos na interpretação clínica laboratorial.

Patologia clinica

Quanto ganha um patologista clínico?

O campo de atuação de um especialista dessa área é voltado para laboratórios de análises clínicas, eles podem ser particulares ou públicos. Além disso, podem atuar em hospital, no setor de exames e diagnósticos.

O salário é variável as horas trabalhadas. No geral, ganha em média R$ 9.000,00 para 33 horas semanais de trabalho. Vale lembrar que esse é um piso aproximado de profissionais que atuam no regime CLT.

No entanto, profissionais com mais experiência e que atuam em grandes centros médicos podem ter seus ganhos triplicados.

Como se tornar um profissional dessa área?

O interessado em trabalhar com patologia clínica deve cursar Medicina, são 6 anos de estudo, mais a residência médica na área de  Clínica Médica e Concentração em Patologia Clínica ( 3 anos). Totalizando 9 anos de estudos.

O profissional também pode escolher outras subespecificidades da patologia clínica, que são:

  • Imunologia;
  • Hematologia;
  • Química clínica;
  • Genética Médica;
  • Microbiologia.

Caso fizer isso, é preciso acrescentar mais alguns anos de estudo.

Quando procurar um especialista em patologia clínica?

Patologia clinica

Na realidade, o médico patologista não atende pacientes em consultórios, são outras especialidades médicas que fazem a solicitação de exames e encaminham as pessoas aos laboratórios para realizar os testes.

O patologista realiza os exames e procedimentos solicitados na guia. Entretanto, caso algum paciente queira conversar sobre o resultado de algum exame, é possível falar com médico patologista, embora esse procedimento seja incomum.

Em suma, o patologista não é um médico que tem contato direto com os pacientes, no entanto, ele é um dos mais importantes nos cuidados com a saúde, pois através de seu conhecimento e métodos detalhistas é possível diagnosticar, tratar ou prevenir doenças.

De acordo com o IBGE, o Brasil possui 16.657 laboratórios de análises clínicas, sendo que 4.917 é do SUS e 11.740 são privados. Enquanto que análises de patologia e citologia são 5.853, no qual 1.300 são públicos e 4.554 são privados.

Isso demonstra que a área da patologia clínica é bastante promissora, pois possui bastante campo de atuação.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply