Pilates emagrece – Como praticar corretamente?

O pilates é um tipo técnica desenvolvida em 1929 por Joseph Pilates. Ele estimula a flexibilidade, a respiração, a concentração, o controle de movimentos, a precisão e o centro de força, sendo estes os princípios que baseiam seus exercícios. Se aliado a uma dieta balanceada e outra atividade com bom gasto calórico, ela potencializa o emagrecimento. Ela age em conjunto, trabalhando articulações e músculos, melhorando a postura, fortalecendo os músculos e modelando o corpo.

Emagrecimento pelo pilates

Como ele ajuda a emagrecer

Apesar de não ser o objetivo principal da técnica, o pilates pode sim levar ao emagrecimento. Com a prática regular dos exercícios de pilates, o metabolismo é acelerado, melhorando a queima de calorias e evitando o acúmulo de gorduras, além de aumentar a formação de músculos.

Um estudo realizado em 2011 também concluiu que a prática de pilates por 8 semanas, contribui para a redução da gordura depositada no fígado em até 13%.

De modo geral, o treino de pilates tem o objetivo de melhorar o equilíbrio, flexibilidade, a força e a tonacidade muscular, utilizando o próprio peso do corpo e são, em sua grande maioria, simples e práticas. Eles podem ser executados até mesmo por pessoas idosas e mulheres grávidas sem problemas.

Emagrecimento pelo pilates

Dicas de exercícios para fazer em casa

Quadril elevado

Deitado com o joelho flexionado e os pés apoiados no chão, eleve o bumbum, a lombar e as vértebras até os ombros. Nesta posição levante uma das pernas, esticando-a em direção ao teto. Repita o movimento, elevando cada perna 8 vezes. Esse é um ótimo exercício para fortalecer a lombar e os músculos do abdome e posterior da coxa.

Abdominal

Deitado de costas com as pernas elevadas, pode ser com o auxílio de uma bola ou o sofá. Inspire e eleve os braços, a cabeça, os ombros e o tronco até se sentar. Oito repetições são o suficiente para fortalecer tanto os músculos do abdome, quanto das costas e glúteos.

Perdigueiro

Com os joelhos e mãos apoiados no chão e a coluna alinhada, inspire e eleve a mão direita ao mesmo tempo que estica a perna esquerda. Eles devem ficar paralelos ao chão. Repita estes movimentos em 3 séries com 12 repetições cada. Esse movimento é excelente para aumentar a força dos músculos das vértebras e do abdome.

Tesoura

Deite-se de barriga para cima e eleve as duas pernas ao mesmo tempo em direção ao teto. Depois eleve também o tronco com a ajuda dos braços apoiando o quadril, tencionando os músculos do abdome e levando as pernas em direção à cabeça. Nessa posição, imite os movimentos de uma tesoura, levantando em direção ao teto uma perna depois da outra. Esse exercício consegue fortalecer os conjuntos de músculos da lombar, abdome e glúteos.

Variação de Ponte

Com a barriga voltada para cima, apoiando mãos, glúteos e pés no chão com os joelhos flexionados. Eleve o quadril até os joelhos formarem um ângulo de 90 graus e o tronco ficar em paralelo com o chão. Repita o movimento por oito vezes. Esses exercícios ajudam a trabalhar os músculos das coxas, glúteos e abdome.

Flexão de braço

Apoiando os joelhos e as mãos no chão, eleve os pés e cruze-os. Nessa posição, faça flexões com os braços abertos até formarem um ângulo de 90 graus com o corpo. Repita os movimentos por 8 vezes. Depois deixe os braços rentes ao corpo e faça mais 8 flexões com os braços nessa posição. São ótimos para trabalhar os músculos tanto do peitoral quanto do tríceps.

Deslizamento

Sente-se sobre os calcanhares e abaixe até encostar o tronco sobre as coxas com os braços esticados para frente. Deslize as mãos para frente o máximo que conseguir. Feito isso, eleve cada braço e permaneça nessa posição por 10 segundo, alternando os braços.

Prancha lateral

Deite de lado apoiando-se no cotovelo. Enrijeça o corpo, contraindo o abdome, glúteos e a pelve, mantendo o quadril elevado do chão e com as pernas bem estendidas, uma sobre a outra. Tome cuidado para que o ombro permaneça estabilizado. O movimento pode ser repetido de 8 a 12 vezes em cada lado.

Os exercícios são em sua grande maioria simples e podem ser realizados em casa. Porém o acompanhamento de um profissional é sempre recomendável para uma orientação correta quanto tipo e forma correta de realizar os movimentos, além da frequência.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply