Pneumonia: o que é, quais os sintomas, cuidados necessários e mais.

Pneumonia é uma infecção pulmonar que se apresenta na forma de tosse, com ou sem a presença de secreção, hipertermia e falta de ar. A pneumonia pode ser causada pela contaminação de um agente infeccioso (bactérias, vírus ou fungos) no espaço alveolar, onde acontece a troca gasosa.

Os principais agentes causadores da enfermidade são as bactérias Streptococcuspneumoniae e Mycoplasmapneumoniae, e o vírus Haemophilusinfluenzae. A pneumonia pode ser adquirida pelo ar, saliva, secreções, transfusão de sangue ou mudanças bruscas de temperatura, que comprometem o funcionamento dos cílios responsáveis pela filtragem do ar aspirado, o que acarreta em uma maior exposição aos microorganismos causadores.

Sintomas mais comuns

Pneumonia: o que é, quais os sintomas, cuidados necessários e mais.

Não há um quadro de sintomas únicos que se encaixem em todos os pacientes. Podem ser muito diferentes de um paciente para o outro e variar de acordo com a idade, com o agente infeccioso e estado clínico prévio da pessoa.

No geral, os sinais e sintomas da pneumonia incluem:

  • Tosse com expectoração;
  • Falta de ar;
  • Dores no peito ao respirar profundamente;
  • Vômitos;
  • Perda de apetite;
  • Febre;
  • Calafrios;
  • Dores pelo corpo;
  • Sangue misturado ao catarro.

A febre da pessoa que está com pneumonia geralmente é alta.

Em alguns casos, o paciente atribui os sintomas de pneumonia à gripe e assim demoram a procurar ajuda médica. É fundamental ter atenção a casos de gripes que não melhoram ou que pioram progressivamente, sobretudo se o paciente for idoso.

Pacientes acima de 60 anos ou com doenças como insuficiência cardíaca ou cirrose, por exemplo, podem apresentar um quadro mais discreto. Para esse grupo, a pneumonia apresenta-se apenas como desorientação ou confusão mental.

Quanto à pneumonia nas crianças, os sintomas variam de acordo com o agente infeccioso, idade, gravidade da infecção e se é saudável ou não. Os sintomas mais comunas da pneumonia nas crianças são sinais de esforço para respirar, recusa alimentar, dor abdominal e vômitos. Embora não seja um sintoma obrigatório, a febre está presente em mais de 90% dos casos, principalmente em crianças com mais de 1 ano.

É contagiosa?

Pneumonia: o que é, quais os sintomas, cuidados necessários e mais.

Os causadores da pneumonia estão presentes no ar e não são transmitidos com facilidade. Portanto, não é preciso isolar o paciente.

A transmissão de pneumonia bacteriana é difícil e, em virtude disso, o paciente não contamina pessoas sãs. É mais frequente pegar pneumonia bacteriana por entrada acidental de bactérias no agravamento de uma gripe e bactérias vindas de outra infecção em algum lugar do corpo. Nesse sentido, para prevenir o surgimento é recomendado lavar as mãos com frequência, evitar locais sem ventilação de ar por muito tempo e tomar a vacina da gripe, especialmente no caso de crianças e idosos.

Vacina contra à doença

Em 2010, a vacina contra pneumonia foi introduzida no calendário básico de imunização infantil do Brasil para menores de 2 anos. Nesse sentido, a vacina era voltada para idosos, principalmente residentes em asilos ou casas de apoio. Posteriormente, a vacina também foi disponibilizada para indígenas, profissionais da saúde e gestantes, ou pessoas com mais de 2 anos que apresentem condições que predisponham (direta ou indiretamente) às infecções pneumocócicas recorrentes.

Em casos de mulheres grávidas, caso a vacina seja necessária, essa deverá ser administrada após o primeiro trimestre de gestação ou fora da gravidez, e somente em mulheres que apresentam certas doenças ou estados que as tornam mais vulneráveis à infecção pela bactéria Streptococcuspneumoniae.

A combinação de baixas temperaturas no verão e inversão térmica somadas a aglomeração de pessoas resultam em um aumento precoce do vírus da gripe. Em tempo de surto de gripe H1N1, médicos alertam para o risco de pneumonia, haja vista que, em 2016, o Brasil registrou 102 mortes relacionadas ao vírus.

A pneumonia é uma das doenças que mais mata no Brasil, além de ser o principal motivo de internações no Sistema Único de Saúde. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, são 900 mil casos por ano no Brasil. Embora seja uma doença comum, o grupo que mais morre por causa dessa doença são os idosos por desconhecer a vacina preventiva


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply