Pré Menopausa: principais sintomas, com que idade começa?

A pré-menopausa é a fase que antecede a menopausa e é marcada pela transição do período fértil, isto é, a janela de reprodução, para o não fértil, quando não é possível mais gerar filhos. Esse período é marcado pela redução da produção de hormônios sexuais femininos, casos da progesterona e do estrógeno, o que vai provocar inúmeras alterações no corpo da mulher, sendo que algumas delas são bastante desagradáveis.

Os sintomas da pré-menopausa não têm um período exato para surgir no corpo da mulher, pois tudo vai depender de uma série de fatores que variam de cada organismo. Em geral, a pré-menopausa começa a se destacar até 10 anos antes do início da menopausa. Seu início pode variar de 35 anos, em casos mais raros e de começo de menstruação precoce, até 48 anos em situações mais tardias.

Como a pré-menopausa é uma etapa de transição até a menopausa, muitas mulheres questionam quanto tempo leva até que a primeira chegue na segunda. Não há uma resposta precisa para esta pergunta, pois tudo vai depender de cada organismo. Porém, é possível dizer que em geral a menopausa inicia aos 48 anos, com os sintomas da pré-menopausa se intensificando em sua fase mais próxima à da menopausa. Para entender melhor esse processo, é fundamental conhecer quais são os sintomas da pré-menopausa.

Sintomas e tratamento

 

sintomas pre-menopausa

O período da pré-menopausa é caracterizado por alguns sintomas que evidenciam a sua condição e são mais fáceis de serem identificados pelas mulheres, que precisarão ficar atentas aos sinais para poder combatê-los no devido tempo. Confira abaixo os principais deles:

  • Redução do ciclo menstrual: uma característica desse período é a diminuição do tempo entre uma menstruação e outra. Durante a pré-menopausa, as mulheres, que em geral possuem um ciclo de 28 dias, passam a levar 26 dias para esse processo, ou até menos;
  • Fluxo menstrual bastante irregular: nesse caso, a mulher na época da pré-menopausa pode ter tanto um fluxo menstrual abundante quanto pequeno, dependendo do seu organismo. O fato aqui é que nunca será regular e equilibrado, necessitando maior atenção para evitar contratempos no dia a dia;
  • Maior espaçamento entre as menstruações: esse problema é muito mais fácil de ser notado quando a mulher possui ciclo menstrual regular;
  • Queda no desejo sexual: outra característica marcante desta época é a redução da libido e, consequentemente, do desejo de fazer sexo;
  • Insônia e irritabilidade: mulheres na pré-menopausa são mais suscetíveis a ficarem irritadas e também a sofrer com a insônia. Isso é ainda mais comum nas datas próximas ao período fértil e também ao da menstruação;
  • Dificuldade para engravidar: mulheres na pré-menopausa têm menos chances de ficarem grávidas. Estudos afirmam que o período reprodutivo indica que cada mulher tem mais ou menos 25% de chance de engravidar nos seis meses seguintes. Nas mulheres na pré-menopausa, esse índice cai para no máximo 20%.

Apesar dos sintomas, não há um tratamento específico para a pré-menopausa, a não ser que alguns dos elementos apontados acima incomodem muito, atrapalhando suas tarefas cotidianas. Nesse caso, o ginecologista poderá receitar algum anticoncepcional ou o uso do DIU Mirena, para regular os hormônios no organismo e também a menstruação, até a chegada definitiva da menopausa.

sobre menopausa

Um pouco mais sobre a menopausa

 

Mas por que a menopausa ocorre? Bem, este é um processo natural ao qual passam todas as mulheres. A menopausa é um período fisiológico que se desenvolve após a última menstruação da mulher e indica o fim do seu período fértil, ao se encerrarem os ciclos menstruais e ovulatórios. É apenas mais um estágio na vida da mulher, em que há novas mudanças no seu corpo e aumentam as possibilidades de doenças.

A melhor coisa nesses casos é fazer consultas regulares ao médico, em especial ao ginecologista, mas também ao cardiologista. Isso porque, nesse período ocorre também uma redução do metabolismo, podendo haver ganho de peso, aumento dos índices de colesterol e até da pressão arterial. Até um psicólogo é recomendado, já que as mudanças hormonais e a chegada da menopausa podem fazer com que a mulher sofra de baixa autoestima e até depressão, sendo necessário o suporte de um profissional para superar essa etapa da vida cheia de desafios.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply