Remédios para Ansiedade: 10 principais nomes comerciais e como funcionam

A ansiedade é uma sensação inerente ao corpo humano. Sabe aquele sentimento de mal-estar e nervosismo antes de a apresentação daquele projeto no trabalho ou do seminário em sala de aula? Daquele dia anterior ao jogo do seu clube? 9,3% dos brasileiros sofrem distúrbios desse mal cotidianamente. Ansiedade não é sobre fraqueza ou fingimento. Dado o número de doentes, não surpreende que o país também seja um dos primeiros da lista que mais vende remédios para ansiedade.

De acordo com a Organização Mundial da saúde (OMS) o Brasil tem o maior número de pessoas com transtorno de ansiedade do mundo. A ansiedade em excesso é causada por distúrbio do sistema nervoso simpático quando libera desordenadamente hormônios responsáveis pela relação do estresse. Dessa maneira, o indivíduo que esteja sofrendo com essa doença costuma sentir mal-estar, aflição e insegurança rotineira.

A desinformação e intolerância costumam aparecer quando o assunto é o tema em pauta. Ansiedade é um estado que a mente deixa o corpo preparado para o perigo. Quando ocorre distúrbios dessa sensação, a dificuldade de lidar com situações simples se multiplica. Abaixo você confere quais são os 10 principais nomes comerciais de remédios para ansiedade e como eles funcionam.

Veja como ele funciona no sistema nervoso central, quais costumam ser o seus efeitos colaterais, como os antidepressivos agem na recaptação da serotonina, como é o tratamento da ansiedade e o que pode causar no corpo, que vai muito além da comum dor de cabeça.

Remédios para ansiedade: tipos

remédios para ansiedade

Caso você ou alguém próximo esteja passando por sintomas como esse é fundamental procurar um médico. São muitas as possibilidades de fármacos para solução deste sinistro. Entre as possibilidades, três categorias de drogas são mais comuns. Cada um destinado a casos específicos:

  • Ansiolíticos;
  • Antidepressivos;
  • Beta-bloqueadores.

Ansiolíticos tem como efeito a calma e o relaxamento. Ajuda o paciente independente se o mesmo tenha depressão. Os mais usados são Buspirona, Clonazepam, diazepam e Lorazepam. Antidepressivos são usados na regulagem de Serotonina, agindo na elevação do humor. Comumente são usados Sertralina, Fluoxetina e Paroxetina.

Já os betabloqueadores têm seu funcionamento diretamente ligado a seu nome. Age bloqueando os efeitos do hormônio da Adrenalina e diminuindo sintomas como transpiração, taquicardia e tremores. Os comprimidos mais usados são Atenolol, Pindolol e Propranolol. Vale lembrar que cada caso tem sua especificidade e é necessário acompanhamento médico.

Alguns dos efeitos colaterais desses remédios são severos. No caso de ansiolíticos, pode ocorrer reflexos lentos, demora no raciocínio e tontura. Os mais comuns entre os antidepressivos são a queda de pressão, problemas com sono e náuseas.

Entre os beta-bloqueadores, é possível sentir tonturas, baixa frequência cardíaca e falta de energia. Fique atento, caso você esteja percebendo efeitos colaterais em seu corpo procure seu Psiquiatra. Converse sobre os efeitos negativos e peça a troca do atual remédio por outro medicamento menos prejudicial.

Converse bem com seu médico sobre qual é o mais indicado para transtorno de ansiedade generalizada, qual é o mais correto para o tratamento de depressão, cada um desses inibidores seletivos age de uma maneira diferente na hora de gerar bem estar, além de diminuir todos os sintomas comuns das doenças citadas previamente.

Sintomas de ansiedade

Diversos fatores podem causar ansiedade. Porém, é difícil saber o que de fato ocasiona a doença. O que existe são hipóteses. O que a de concreto é a reincidência de adoecidos com experiências e dificuldades parecidas. É importante ressaltar a necessidade de ir ao médico.

Histórico de transtorno psicológico na família, traumas como morte de parentes e abuso de drogas são possíveis vestígios. Outro que se apresenta como sintoma são problemas respiratórios e cardíacos. Mais ainda, abuso de drogas como álcool e cocaína são fatores consideráveis.

Tratamento natural para Ansiedade

Com o avanço diário da medicina, muitos caminhos são desbravados em torno de tratamentos naturais para diversas doenças. Estudos e práticas já demonstram a possibilidade em alguns casos o tratamento ser feito sem químicas. A busca por métodos menos prejudiciais ao corpo físico e mental podem ir de terapias a chás e frutas.

Yoga e Meditação são práticas de muito uso na busca por calma e controle da mente. Essas técnicas milenares prometem equilíbrio e saúde mental, ponto vital atacado pela Ansiedade. Exercícios físicos de baixo esforço são de extrema importância. Procure fazer caminhadas. Optar por exercícios menos desgastantes tiram o perigo de piora por fadiga e estresse.

A dieta deve ser levada com seriedade e disciplina. Busque organizar sua alimentação de maneira saudável. Procure alimentos rico em nutrientes como Magnésio, fibras e ômega-3, chocolate e banana são exemplos. Chás de Maracujá, de erva-cidreira ou hipericão são ótimos, contendo princípios tranquilizantes e ansiolíticos. Ponha em prática essas dicas!

A partir do que podemos juntos descobrir, tornou-se visível que uma boa alimentação, prática de esportes, busca de ambientes e bases de convívio equilibrados é imprescindível na luta contra prevenção e cura da ansiedade. Não diminuir e desdenhar da dor de pessoas que sofrem de ansiedade é fundamental. Por fim, a qualquer percepção dos sintomas busque ajuda médica.

Muitos desses remédios naturais são facilmente incluídos no seu dia a dia, diminuindo os sintomas de ansiedade e também os sintomas de depressão, que são bem parecidos – porém não os mesmos!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 3,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply