Rinoplastia – O que é, Quanto Custa Detalhe do pré e pós operatório

A rinoplastia é uma cirurgia plástica usada tanto para fins estéticos como também para auxiliar no tratamento de doenças respiratórias. Muitas pessoas buscam essa técnica para fazerem correções nasais, que vão desde aumentar, diminui ou até afiná-lo.

É um procedimento simples, que pode ser feito em associação a outras cirurgias. Alguns deles necessitam de outro profissional na sala cirúrgica. Quem tem problemas respiratórias como a rinite, também procura o procedimento para auxiliar no tratamento e diminuir as crises.

rinoplastia o que é

O que é rinoplastia

Conforme indica o médico cirurgião Dr. Luiz Alberto Lamana,  um procedimento cirúrgico que faz correções estéticas e também contribuem no tratamento contra doenças respiratórias, como a rinite. É uma cirurgia que pode ser feita de duas formas:

  • Aberta (exorrinoplastias);
  • Fechada (endonasal).

Cada técnica possui suas vantagens e desvantagens. O cirurgião deverá explicar ao paciente qual a melhor para o seu caso.

Rinoplastia aberta (exorrinoplastias)

Nessa técnica o corte é feito na base do nariz, entre as narinas. Além desse corte, também é feita mais duas incisões: uma na parte de dentro de cada narina. É mais recomendada quando é necessário fazer grandes correções na ponta do nariz.

O procedimento aberto também deixará uma pequena cicatriz visível, porém discreta. No entanto, permite que o cirurgião tenha uma melhor visão do que está sendo feito.

Rinoplastia fechada (endonasal)

Ao usar a técnica fechada o paciente terá apenas duas incisões: uma na parte interna de cada narina. A grande vantagem é que menos agressiva e o paciente não terá cicatrizes visíveis. Além disso, a recuperação é bem mais tranquila e rápida.

O procedimento fechado também é mais rápido. No entanto, recomenda-se fazê-la com cirurgiões experientes, já que ele não terá visão do que está fazendo, diferente da técnica aberta.

Como é o procedimento?

O procedimento em si pode variar de acordo com o que o paciente espera como resultado final. No geral, a maior parte dos casos envolvem a diminuição e o remodelamento. Nestes casos são retirados partes da cartilagem ou é feita a raspagem dos ossos. Essas duas técnicas também podem ser aplicadas juntas.

Há quem faça a rinoplastia com o intuito de aumentar o nariz. Para isso, será feito um enxerto de cartilagem, uma implantação de prótese ou até mesmo o preenchimento do local.

Outra técnica usada é a da fratura nasal. Nestes casos o osso do nariz é quebrado com o intuito de diminuí-lo. A ideia é que ela compense a raspagem óssea, já que ela diminui a massa óssea do local. Dessa forma, conforme o nariz de cura, estimula a formação óssea. É usado para diminuir ou afinar. Também é usada por quem vai fazer correção do posicionamento (nariz torto) do nariz devido a uma fratura antiga.

A anestesia pode ser local com sedação. No entanto, também há possibilidade de fazer a geral, mas aí o paciente terá que passar intubação e usará aparelhos para respirar enquanto está na mesa cirúrgica. O procedimento todo levam em média 2 horas e o paciente geralmente é liberado no mesmo dia.

A rinoplastia pode ser uma cirurgia feita junto com a cirurgia funcional. Nestes casos, o período de internação pode ser de 12 à 24 horas.

Quem pode fazer rinoplastia?

O médico Eduardo Cabral, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, informa que essa é uma cirurgia indicada para quem quer fazer correções nasais. Mas também é feita para fazer outras correções que atrapalham a respiração. Como a correção do septo nasal e a turbinectomia. No entanto, só é possível realizá-la em pacientes com mais de 15 anos. Pois até essa idade a fase continua se desenvolvendo. Quem há histórico de fratura nasal e desvios de septo também podem realizar o procedimento, desde que com recomendação médica.

A rinoplastia é contraindicada para pacientes que estejam em tratamento de doenças agudas, ou ainda com doenças avançadas. Lactantes e pessoas que tomam medicamentos anticoagulantes também não devem realizar essa cirurgia.

Há riscos?

Assim como qualquer outro procedimento, a rinoplastia apresenta alguns riscos. Entre eles está os sangramentos abundantes e a dificuldade de respirar durante o pós-operatório. Outro risco, por ser uma cirurgia estética, o paciente pode não gostar do resultado final. É preciso tomar cuidado com as possíveis infecções.

Para evitar maiores complicações é preciso seguir com os cuidados no pós-operatório. É preciso usar os curativos por 15 dias e fazer repouso absoluto por 7 dias, e repouso moderado até completar 15 dias. A alimentação também deve ser de alimentos mais pastosos, nada duro que exige muita mastigação pelos primeiros 7 dias. A respiração pode ser difícil, por isso é preciso usar o descongestionante nasal indicado pelo médico.

Referências usadas neste conteúdo

LAMANA, Luiz. Rinoplastia (cirurgia plástica do nariz). Núcleo de Cirurgia Plástica. Disponível em <http://nucleodecirurgiaplastica.com.br/wp-content/uploads/2016/11/RINOPLASTIA-DR.-LUIZ-ALBERTO-LAMANA-2016-OK.pdf>

CABRAL, Eduardo. Rinoplastia – a cirurgia plástica do nariz. Disponível em <http://www.dreduardocabral.com.br/wp-content/uploads/2010/12/RINOPLASTIA-timbrado.pdf>

SOCIEDADE BRASILEIRA DE  CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO. Cirurgia conservadora do dorso nasal – a filosofia do reposicionamento e ajuste do septo piramidal (S.P.A.R.). Disponível em <https://www.sbccp.org.br/wp-content/uploads/2014/11/REVISTA-SBCCP-42-3-PAG-124-130.pdf>


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply