Para que serva a Risperidona? Quando usar, indicações e mais.

A Risperidona é um medicamento antipsicótico ativo potente usado para tratar distúrbios psicóticos delirantes, como a bipolaridade, esquizofrenia, alucinações e outros. Também é usado em pessoas que sofrem com demência. É constantemente usado para amenizar sintomas principalmente da esquizofrenia, como a ansiedade e a depressão.

Entenda melhor como a Risperidona funciona, suas contraindicações, efeitos colaterais e posologia.

Para que serve Risperidona

Para que serva a Risperidona? Quando usar, indicações e mais.A função desse medicamento é regular e equilibrar as emoções sentidas por pacientes com determinados distúrbios. É indicado nos seguintes casos:

  • Esquizofrenia;
  • Bipolaridade;
  • Distúrbios psicóticos;
  • Distúrbios e percepção;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Alucinações;
  • Confusão;
  • Alterações no estado mental;
  • Transtorno de comportamento;
  • Comportamento agressivo;
  • Casos de manias extremas como o TOC ( Transtorno Obsessivo Compulsivo);
  • Síndrome de Tourette;
  • Autismo;
  • Demência como Alzheimer;
  • Tensão.

Dependendo do caso, provavelmente o paciente irá tomar a Rispiridona pelo resto da vida. No entanto, esse medicamento só deve ser tomado com a recomendação médica, já que é um remédio controlado. A automedicação é arriscada e pode causar danos e efeitos colaterais mais intensificados, prejudicando o dia a dia e impossibilitando o paciente de fazer suas tarefas normais, como trabalhar e até as atividades domésticas.

Como tomar?

Durante a consulta, o médico irá explicar qual a posologia exata. Cada organismo aceita de um jeito, por esse motivo as doses podem ser diferentes de paciente para paciente. O mais comum é ingerir o remédio entre uma ou duas vezes por dia, dependendo do caso. O ideal é tomar próximo ao horário das refeições e com água.

A dosagem é definida de acordo com o paciente, sua idade e a doença. A superdosagem deve ser evitada a todo custo. Caso tome uma dose a mais poderá sofrer com grande sonolência, tremores, contrações e ainda a diminuição da consciência. Se isso acontecer, procure imediatamente o hospital, sempre acompanhado com alguém de sua confiança.

Contraindicações

Para que serva a Risperidona? Quando usar, indicações e mais.

Esse medicamento não pode ser ingerido por qualquer pessoa. Crianças e menores de 15 anos não devem tomá-lo. Em casos de pacientes com menos idade o médico poderá recomendar outros remédios com o mesmo efeito ou ainda doses bem menores da Risperidona. Nestes casos, deve-se seguir exatamente o que o médico receitou.

Mulheres que estão amamentando ou ainda durante a gravidez, também não devem tomar. Nestes casos é necessário informar ao médico para suspender o uso ou até substituir por outro medicamento que não prejudique o desenvolvimento do bebê.

Idosos com mais de 65 anos também não tomam esse remédio. Mas, em alguns casos o médico poderá indicar a Risperidona em doses menores, pois a dose normal poderá prejudicar organismo debilitado.

É contra indicado para pacientes que apresentam alergias a Risperidona ou ainda qualquer outro ingrediente presente em sua fórmula.

Efeitos colaterais

Assim como qualquer outro medicamento, a Risperidona pode apresentar efeitos colaterais devido ao uso contínuo. Se apresentar algum desses efeitos, comunique o médico imediatamente para suspender o uso ou até mesmo trocá-lo.

  • Agitação;
  • Ansiedade;
  • Insônia;
  • Dores de cabeça;
  • Dificuldade de se concetrar;
  • Cansaço extremo;
  • Dores abdominais;
  • Náuseas;
  • Prisão de ventre;
  • Má digestão;
  • Contrações musculares;
  • Sudorese;
  • Febre alta;
  • Alterações na respiração;
  • Baixa capacidade de vigilância.

Pacientes que tomam Risperidona não podem dirigir ou ainda trabalhar utilizando equipamentos ou máquinas. É comum ter a baixa capacidade de vigilância, sendo assim, aumenta a propensão de acidentes. Por esse motivo recomenda-se não fazer esse tipo de trabalho e, se possível, ter alguém para dirigir por ele.

Outro efeito colateral é o ganho de peso. No entanto, ao regrar a alimentação enquanto faz o tratamento poderá controlar esse ganho de peso. A prática de exercícios também pode ser benéfico, evitando engordar e ainda ajuda a controlar o humor e relaxar.

Esses efeitos colaterais são mais perceptíveis quando a Risperidona é tomada juntamente com outros remédios. Converse abertamente com seu médico caso faça uso de outro medicamento.

Caso esteja sentindo os sintomas de algum distúrbio, ou ainda conhece alguém com esses sintomas, procure ajuda médica o mais rápido possível. Ele poderá diagnosticar o verdadeiro problema e receitar o melhor tratamento, seja com Risperidona ou outro medicamento semelhante.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply