Sinais da menopausa precoce: quais as causas e tratamento

Neste artigo você irá saber o que é menopausa precoce, quais são os sintomas e as causas e aprenderá como tratar. Portanto, leia tudo com a máxima atenção!

A menopausa precoce que não é um distúrbio hormonal e sim uma anomalia causada por diversos fatores onde o término do período ovulação acontece prematuramente causando a falência do funcionamento dos ovários antes da idade usual que no Brasil é de 45 a 55 anos.

A menopausa é a fase fisiológica natural e inevitável da mulher em que não há mais ovulação e que acontece após o climatério que dura cerca de um ano. O climatério é o espaço de tempo em que os ciclos menstruais estão em processo de encerramento.

Nesse período ocorrem muitas transformações no organismo feminino que elevam as chances do surgimento de doenças e do agravamento de doenças pré-existentes.

Sintomas da menopausa precoce

 

menopausa precoce sintomas

São muitos os sintomas da menopausa precoce, mas usualmente, os primeiros sintomas são períodos menstruais desregulados com sensações de calor com duração de cinco a trinta minutos, geralmente à noite.

Outros sintomas comuns à menstruação precoce:

  1. Insônia – A falta de sono é consequência da redução do hormônio estrogênio e das ondas de calor;
  2. Dispareunia – Redução do desejo sexual da mulher é um sintoma comum que é motivado pelas ondas de calor, pela redução da lubrificação vaginal, mudanças de humor e alterações do sono;
  3. Oscilações de humor –Mudanças de humor semelhantes as da TPM que ocorrerem pela confusão hormonal que levam a mulher a sentir-se estressada, ansiosa e depressiva;
  4. Secura vaginal – Resultante da diminuição da lubrificação vaginal;
  5. Menstruação Irregular – Redução da frequência da menstruação e aumento do espaçamento entre uma menstruação e outra com menor fluxo sanguíneo que acontecem durante o climatério;
  6. Alteração do armazenamento da gordura – A gordura que é normalmente concentrada nas coxas e nos quadris passa a acumular-se no abdome aumentando o risco da hipertensão arterial;
  7. Cansaço – O aumento da fadiga é efeito da insônia e da redução do andrógeno que é o hormônio do bem-estar;
  8. Alterações na pele – O ressecamento, o inchaço em algumas partes da face e o aumento das rugas pela menor produção de ácido Hialurônico, de colágeno e pela queda das taxas de elastina;
  9. Depressão – Sintoma psíquico da menopausa causado pela menor presença de estrogênios e por outros fatores psicológicos como a síndrome do ninho vazio e a brusca mudança da atividade sexual.

Prováveis causas da menopausa precoce

Listamos abaixo os prováveis fatores da FOP – Falência Ovariana Precoce:

  • Alterações genéticas no cromossomo X;
  • Doenças autoimunes;
  • Hereditariedade;
  • Galactosemia – doença genética causada pela falta da enzima galactose;
  • Outras deficiências enzimáticas;
  • Quimioterapia e exposição exagerada àradioterapia;
  • Ingestão de toxinas como as do cigarro ou dos pesticidas;
  • Doenças infecciosas como: caxumba, infecção por Shigella e malária;
  • Retirada dos ovários por procedimentos cirúrgicos;
  • Doença pélvica inflamatória;
  • Endometriose.

Tratamento para menopausa precoce

 

Tratamento para menopausa precoce

Infelizmente, ainda não existe um tratamento para interromper a menopausa precoce, porém é extremamente recomendável a reposição hormonal até que a mulher atinja a idade da menopausa natural, em torno de 51 anos de idade, para tratar os sintomas e diminuir o risco de osteoporose e doenças cardíacas.

A reposição hormonal é realizada através da ingestão de substâncias que contém hormônio estrogênio e progesterona para a regulação do ciclo menstrual e prevenção de doenças de risco.

Outros componentes muito importantes do tratamento da menopausa precoce é a prática regular de atividades físicas e uma alimentação equilibrada.

Evite comer doces, gorduras, comida congelada e produtos processados como bacon e salsicha para evitar o aumento excessivo de peso. Aumente e consuma mais alimentos integrais como sementes e produtos que contenham soja que são eficientes na regulação hormonal.

E, para complementar o tratamento consuma suplementos alimentares de cálcio e vitamina D que são fundamentais para a prevenção da osteoporose. É recomendado ingerir 1.000 mg diária de cálcio as mulheres com idades entre 19 e 50 anos e progressivamente chegar a 1.200 mg com a idade de 51 anos.

Mas, não deixe de consultar um médico especialista e realizar um exame de densidade óssea para determinar a medida exata da suplementação. Pronto, você já sabe o que é a Menopausa Precocee quais são os sintomas e Causas. Não deixe de tratar!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply