Teste de Suor – O que é? Como é feito? Quem deve fazer?

O teste de suor é amplamente utilizado na medicina, muito embora poucas pessoas ouviram falar dele. O exame pode ser feito em pessoas de todas as idades, sobretudo nos bebês, pois ele é considerado o melhor para diagnosticar a “Fibrose Cística”. Adultos que apresentam sintomas da doença, bem como recém-nascidos com análise positiva para a fibrose cística devem realizar o teste de suor para confirmar o diagnóstico.

Quando a criança não consegue produzir o suor necessário para avaliação, o teste deve ser repetido. Somente um técnico experiente pode realizar o exame, os resultados são analisados por um laboratório que possui expertise no assunto.

teste de suor

Como é feito o teste de suor?

A medição da concentração do sal no suor de uma pessoa pode revelar a FC (Fibrose Cística). O teste é rápido, simples e não dói absolutamente nada.

Pacientes com fibrose cística possuem níveis elevados de cloreto de sódio no suor, o objetivo do teste é diagnosticar a doença em pessoas que apresentam os sintomas relativos a essa condição e também em bebês que sofrem com muitas infecções respiratórias e desnutrição.

No entanto, as pessoas que submetem ao procedimento não precisam ter medo, pois o exame é feito de maneira muito rápida, levando apenas 5 minutos, e acredite não são utilizados nenhum tipo de material perfurante, como agulhas.

Passo a passo do teste do suor

Na primeira fase do exame, uma substância incolor e sem cheiro é colocada em uma pequena área do corpo, geralmente no braço ou na perna. Esse produto tem o objetivo de proporcionar um estímulo elétrico capaz de fazer as glândulas sudoríparas produzirem o suor.

Alguns pacientes relatam sentir  calor e formigamento na área onde o produto foi aplicado, mas, é irrelevante, pois essa etapa leva apenas 5 minutos.

O suor é coletado em um pequeno pedaço de papel de filtro ou de gazes ( são necessários 30 minutos para essa etapa). O material recolhido é enviado para um laboratório para fazer a medição do cloreto de sódio no suor.

Geralmente, os laboratórios levam em média 1 hora para apresentar o resultado do exame, mas esse tempo pode variar de acordo com a instituição.

Quem deve fazer?

As indicações médicas para realizar o procedimento são pessoas com suspeita clínica de fibrose cística ou que possuem histórico familiar da doença, pois se trata de uma condição genética.

Além disso, o teste do suor faz parte do programa de triagem neonatal em alguns estados, sendo assim, os recém-nascidos também são submetidos ao exame para detectar o problema.

A fibrose cística é uma doença hereditária e sem cura, a condição é caracterizada pela produção anormal de secreção das glândulas do trato respiratório e digestivo. Na maioria dos casos, o tratamento envolve medicamentos, dietas, fisioterapias e cirurgia para aumentar a expectativa de vida dos pacientes.

teste do suor quem deve fazer

Sintomas da fibrose cística

Os primeiros sinais da doença aparecem em bebês, pois eles não conseguem eliminar as fezes nos primeiros dois anos de vida, é justamente por isso, que o teste de suor é realizado logo em recém-nascidos, pois eles precisam de tratamento precoce para conseguir sobreviver.

Entre outros sintomas da fibrose cística e que requerem atenção e a realização do teste de suor são:

  • Suor excessivamente salgado;
  • Catarro muito espesso;
  • Gases;
  • Perda de apetite;
  • Dificuldades para respirar;
  • Tosse crônica;
  • Inflamação nos brônquios de repetição;
  • Pneumonias de repetição;
  • Fadiga;
  • Fezes muito gordurosas;
  • Dificuldades no ganho de peso e crescimento;

No geral, esses sintomas se manifestam nas primeiras semanas de vida, no entanto, é possível que a fibrose cística seja leve e com isso o paciente venha sentir os primeiros sinais na adolescência e na vida adulta.

Antes da década de 90, a expectativa de vida de pacientes com fibrose cística ficavam entre 20 e 30 anos. Mas, com o diagnóstico precoce feito através do teste de suor, os especialistas esperam que ela ultrapasse aos 40 anos de idade.

Por ser uma doença genética, não existe como prevenir a fibrose cística, entretanto, quanto antes a pessoa descobrir e tratar o problema, maior é a qualidade e expectativa de vida.

Referências usadas neste conteúdo

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PNEUMONIA E TISOLOGIA (2017). Diretrizes brasileiras de diagnóstico e
tratamento da fibrose cística. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/jbpneu/v43n3/pt_1806-3713-jbpneu-43-03-00219.pdf>

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Fibrose cística acomete uma em cada dez pessoas no Brasil. Disponível em <http://www.brasil.gov.br/editoria/saude/2017/09/fibrose-cistica-afeta-uma-a-cada-10-mil-pessoas-no-brasil>

 


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply