TGO e TGP: o que é? Para que esses exames servem?

Entre os exames de rotina mais solicitados pelos médicos estão os de TGO e TGP. Mas, você sabe ao certo o que significa essas siglas e qual a finalidade desses testes? Confira, aqui, essas e outras informações relevantes sobre o assunto!

Exame TGO: o que é?

TGO e TGP: o que é? Para que esses exames servem?

TGO é a sigla utilizada para designar a Transaminase Glutâmico-Oxalacética, que nada mais é que uma enzima que pode ser encontrada em vários órgãos, como fígado, pâncreas, rins e coração.

Em situações normais, isto é, quando o indivíduo está com a saúde em dia, os níveis de TGO no organismo são baixos. No entanto, se houver alguma lesão/doença, essa enzima estará elevada.

Para identificar essa variação, o médico solicita um exame de sangue específico, realizado em laboratório ou hospital. Tal teste recebe o mesmo nome da enzima, ou seja, TGO.

Exame TGP: o que é?

TGP significa Transaminase Glutâmico-Pirúvica, que é um outro tipo de enzima, porém está presente em somente um órgão, o fígado. Curiosamente, ela funciona de maneira semelhante à TGO: se estiver em alta quantidade no organismo, isto é um indicativo que há alguma doença, neste caso, no fígado.

Combinação de exames TGO e TGP

De maneira geral, os médicos costumam sempre solicitar os exames TGO e TGP em conjunto e há uma razão para isso: assim, é possível determinar com mais precisão se o paciente apresenta alguma doença associada ao fígado, tais como hepatite, isquemia ou cirrose.

Principais indicações dos exames TGO e TGP

  1. Diagnóstico de doenças associadas ao fígado;
  2. Pacientes que já foram diagnosticados com danos hepáticos. Neste caso, a finalidade é verificar se houve a cura da doença;
  3. Pessoas que estejam fazendo tratamentos com medicamentos que possam causar danos ao fígado. Em situações assim, os exames entram como medida de controle, para evitar o comprometimento do órgão.

Médico que pode solicitar e avaliar os exames TGO e TGP

  1. Clínico geral: profissional que diagnostica e trata doenças de forma mais abrangente;
  2. Hepatologista: médico que tem especialização em doenças que atingem o fígado e sistema biliar;
  3. Gastroenterologista: profissional que atua no diagnóstico e tratamento de doenças que acometem o sistema digestivo.

Todos esses médicos estão habilitados a solicitar os exames, bem como avaliar seus resultados, conseguindo diagnosticar doenças de forma pontual e indicar o melhor tratamento a ser adotado, de acordo com o caso do paciente.

Contraindicações dos exames

TGO e TGP: o que é? Para que esses exames servem?

Ambos os exames não possuem contraindicação e são bastante simples de serem realizados, somente com coleta de sangue. No entanto, não é recomendado que o paciente faça tais testes sem receber orientação médica.

Esse detalhe é importante porque alguns hábitos do paciente e uso de medicamentos ou suplementos alimentares pode influenciar nos resultados dos testes.

Em casos assim, o profissional precisa indicar que o paciente suspensa o uso de tais fármacos e suplementos e isso só deve ser realizado com o acompanhamento de um médico, para evitar complicações.

Portanto, para garantir resultados precisos ou minimizar o risco de complicações, sempre consulte um médico para saber se os exames são indicados para seu caso e como proceder para realizá-los.

Como funcionam os exames?

Os exames são realizados por meio da coleta de sangue em ambiente laboratorial ou hospitalar. Recomenda-se que o paciente faça jejum mínimo de três horas, podendo se alimentar normalmente após os testes, inclusive retornar à sua rotina.

O resultado costuma sair em poucos dias, dependendo do laboratório em que os exames foram realizados. Embora tais dados sejam melhores analisados por um profissional, é possível interpretar o seguinte:

  1. Se os níveis de TGO e TGP estiverem altos, o paciente possui algum problema hepático, isto é, no fígado;
  2. Se somente o nível de TGO for alto, o paciente tem algum problema que pode estar associado ao pâncreas, rins, coração ou músculo. Cabe ao médico indicar outros exames para diagnosticar e tratar a doença.

Doenças e possíveis tratamentos

Entre as principais doenças que os exames TGO e TGP ajudam a diagnosticar estão a cirrose, hepatite e isquemia, na qual há uma deficiência no fluxo de sangue no fígado.

Os tratamentos variam de acordo com cada caso, mas geralmente envolve o uso de medicamentos antivirais (hepatite), diuréticos, betabloqueadores e antibióticos (cirrose) e remédios para eliminar gordura do fígado, dilatar vasos e reduzir coágulos (isquemia).


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply