Torsilax: Como tomar, Posologia, Contra indicações e Efeitos Colaterais

O Torsilax é um fármaco da classe anti-inflamatória, analgésica e relaxante muscular muito utilizada para tratar doenças reumáticas como a artrite reumatoide, osteoartrites, artropatias.

Outras condições de saúde também tratadas com esse medicamento são as crises de gota, lombalgia e processos agudos inflamatórios pós cirúrgicos ou pós traumáticos. Doenças que afetam as articulações demonstram grande melhora com o uso do Torsilax, por esse motivo, é um dos medicamentos mais receitados pelos médicos para essa finalidade.

Posologia: como tomar Torsilax?

Torsilax: Como tomar, Posologia, Contra indicações e Efeitos Colaterais

O tempo de tratamento com o Torsilax é calculado aproximadamente para 10 dias, somente o médico poderá definir se o paciente pode ou não ingerir o medicamento por mais tempo, pois assim como qualquer anti-inflamatório, o Torsilax é metabolizado pelo fígado e pode apresentar reações adversas.

A dose mais usual recomendada é de 1 comprimido de 12 em 12 horas. O medicamento deve ser engolido inteiro com ajuda de água e de preferência, depois de comer alguma coisa.

A ação do Torsilax é basicamente na redução da dor, da tensão muscular e inflamação no local, por isso o medicamento é composto por carisoprodol, diclofenaco sódico, paracetamol e cafeína, os dois últimos componentes ajudam a minimizar a febre e estimular a mente para não dar sonolência.

Pra quem é indicado?

O Torsilax é um medicamento que pode ser adquirido sem receita médica e está disponível nas farmácias de todo o País, entretanto, seu uso indiscriminado pode trazer riscos à saúde.

Os médicos receitam esse medicamento para pacientes que sentem dores e inflamações nas articulações, como:

  • Portadores de artrite reumatoide em fase aguda da dor;
  • Dores agudas na lombar (lombalgia);
  • Pessoas que recém fizeram uma cirurgia que por ventura, precisa reduzir possíveis inflamações;
  • Crises agudas de gota;
  • Inflamações graves decorrentes de acidentes;

Contra indicações do Torsilax

O uso de medicamentos anti-inflamatórios por conta própria preocupa as autoridades, pois o aumento de pessoas intoxicadas por esses fármacos têm aumentado drasticamente nos últimos anos.

Por isso, se estiver sentindo muitas dores, é essencial buscar orientação médica. O Torsilax é contra indicado para:

  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Menores de 14 anos;
  • Pessoas que ingerem bebidas alcóolicas;
  • Portadores de doenças cardíacas;
  • Pessoas que possuem úlceras no estômago;
  • Portadores de doenças hepáticas;
  • Portadores de doenças nos rins;
  • Hipertensos;
  • Alérgicos a cafeína e paracetamol;
  • Pessoas que tem problemas de coagulação sanguínea.

Informe ao seu médico se você tem algum problema de saúde ou se está ingerindo outro tipo de medicamento.

Possíveis efeitos colaterais do Torsilax

Torsilax: Como tomar, Posologia, Contra indicações e Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais do Torsilax mais conhecidos são:

  • Vermelhidão na pele;
  • Coceiras;
  • Inchaço;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Dificuldade para respirar;
  • Vertigens;
  • Dores de cabeça;
  • Amarelamento da pele ou da parte branca dos olhos;
  • Febre;
  • Hipoglicemia.

Outros efeitos colaterais  do Torsilax também foram observados, confira:

  • Efeitos metabólicos constatados desse medicamento são: A perda da massa óssea, redução da testosterona circulante e aumento da estrona;
  • Efeitos Hepato e Gastrointestinais que podem ocorrer são a esofagite, fibrose hepática, cirrose hepática, doença inflamatória intestinal, icterícia, perda proteica;
  • Efeitos neurológicos – Diminuição da capacidade cognitiva, alucinações, amnésia, parestesia, AVC;
  • Efeitos oftalmológicos – Visão embaçada, retinopatia;
  • Efeitos genitoreprodutivos – Redução na concepção, doença fibrocística das mamas.

As substâncias que compõem o Torsilax podem trazer sérios riscos à saúde se usados por longos períodos, especialmente o diclofenaco sódico que pode causar perfuração do intestino e grandes lesões no estomago.

De acordo com os especialistas, esses problemas podem acometer especialmente os idosos ou pessoas mais debilitadas. Inclusive, há relatos de comprometimento sério nos rins.

Precauções no uso do Torsilax

Esse medicamento não pode ser ingerido concomitante com bebidas alcoólicas e outros fármacos como:

  • Antidepressivos;
  • Anticoagulantes orais (Heparina, metotrexato, digoxina, sulfonamidas, dioxina, metotrexato);
  • Medicamentos com lítio, Rifampicina, Hidantoína, Carbamazepina, Barbitúricos, Glicocorticóides, Sulfimpirazona;
  • Analgésicos gerais;
  • Outros anti-inflamatórios;
  • Inibidores de monoaminoxidase.

É importante informar ao médico se estiver tomando qualquer um dessas classes medicamentosas e se possui algum outro problema de saúde. Somente dessa forma, ele poderá avaliar qual é o melhor tratamento para o seu caso sem prejudicar a sua saúde.

A automedicação é uma prática perigosa, pois pode elevar os riscos da interação medicamentosa. Cuide-se!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply